Arquivo da Categoria ‘Cinema e DVD’

Cena do filme Amanhecer causa convulsões nos Estados Unidos

Sábado, 26 de Novembro de 2011

O Estadão - 25/11/2011

breaking_dawn_amanhecer_www_tabernaculonet_com_br.jpg

A saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1 está sendo acusada de causar convulsões em pessoas que assistiram ao filme nos Estados Unidos, segundo informações do site CBS.

O americano Brandon Gephart foi levado às pressas para o hospital depois de ver a cena em que Bella Swan (Kristen Stewart) dá à luz o filho do vampiro Edward Cullen (Robert Pattinson).

De acordo com a namorada do adolescente, Kelly Bauman, Brandon fazia barulho e tentava respirar de todas as formas. “Fiquei muito assustada”, revelou a garota.

O veículo ABC4 informou que um homem (não identificado) também teria sofrido uma crise semelhante durante a exibição do filme, no estado americano de Utah.”Minha mulher disse que eu estava tremendo e murmurando vários sons diferentes”, revelou.

Em entrevista ao site CBS, o Dr. Michael G. Chez afirmou que a cena do parto é composta por luzes pretas, brancas e vermelhas, que podem provocar episódios de “epilepsia fotossensível”.

Segundo ele, o fato é raro, mas pode ocorrer com a exposição da combinação dessas luzes em pessoas geneticamente predispostas.

* Fonte:
http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,cena-de-amanhecer-causa-convulsoes-nos-estados-unidos,802948,0.htm

* Colaboração: R. B. (nome preservado), via email. Obrigado!

Simbolo olho-que-tudo-ve no cinema e na TV

Terça-feira, 1 de Novembro de 2011

Criação: 01/11/2011
Última atualização: 28/12/2011

Por Gustavo Guerrear, editor do Tabernaculonet
Com informações enviadas pelos leitores via email

Este artigo será atualizado sempre que surgirem novidades sobre o tema: símbolo “olho que tudo vê” no cinema e na TV. Desta forma as informações ficarão concentradas numa mesma página. Caso você encontre o símbolo em outros filmes, seriados ou desenhos-animados, envie para o email (clique aqui) ou comente abaixo para que esta página seja “alimentada” e todos tenham acesso às informações. Neste caso lembre-se de citar também de onde tirou as informações que enviar. É importantíssimo citarmos aqui a fonte das informações.

O símbolo

Olho que tudo ve

O símbolo “olho que tudo vê” (olho-que-tudo-vê / all-seeing eye / olho dentro de pirâmide) é provavelmente o maior símbolo satânico existente no mundo. É o símbolo da alta cúpula da sociedade secreta Satanismo (”Irmandade” / Brotherhood) e o principal símbolo da sociedade secreta Illuminati. É também usado em outras sociedades secretas como a Maçonaria.

O símbolo tem sido muito divulgado na mídia, principalmente nos produtos norte-americanos, geralmente nos filmes de Hollywood e nos materiais de astros da música Pop. Esta divulgação aumentou muito nos últimos anos. É como se estivessem enviando uma mensagem a todos membros de sociedades secretas sobre a preparação para a Nova Ordem Mundial e o governo do Anticristo. Basta ver as notícias que tenho publicado aqui para facilmente constatarmos que tudo está sendo preparado para ”o fim dos tempos”. Logicamente o símbolo tem sido encontrado em vários outros lugares e produtos, mas neste artigo reunirei especificamente informações de sua presença no cinema e na TV.

O link abaixo contém mais informações sobre o símbolo:
http://www.tabernaculonet.com.br/luz.php?facho=t00136

Veja abaixo onde o símbolo já foi encontrado até o momento (conforme a data “Última atualização” no topo deste artigo). Os mais recentes serão adicionados sempre na parte de cima da lista.

Propaganda da marca Puma

Em uma propaganda televisiva da marca Puma aparece sutilmente o símbolo Olho Que Tudo Vê. Repare que à direita tem um triângulo e dentro dele (no fundo) tem um olho.

propaganda_puma_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_01_www_tabernaculonet_com_br.png

propaganda_puma_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_02_www_tabernaculonet_com_br.png

Episódio do desenho Tom & Jerry

Em um episódio do desenho Tom & Jerry aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê (canto inferior-direito e chapéu):

tom_e_jerry_olho_que_tudo_ve_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Filme Um Domingo Qualquer (Any Given Sunday), de 1999

No filme Um Domingo Qualquer, que conta a história dos bastidores da liga nacional de Futebol Americano (NFL), aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê como símbolo de um dos times:

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_05_www_tabernaculonet_com_br.jpg

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_01_www_tabernaculonet_com_br.jpg

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_02_www_tabernaculonet_com_br.jpg

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_03_www_tabernaculonet_com_br.jpg

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_04_www_tabernaculonet_com_br.jpg

um_domingo_qualquer_any_given_sunday_olho_que_tudo_ve_all_seeing_eye_06_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Filme The Handmaid’s Tale, de 1990

Na capa do filme The Handmaid’s Tale aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê:

the_handmaids_tale_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Filme Mars Attacks!, de 1996

No filme Mars Attacks! também aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê (repare na “bandeira”):

filme_mars_attacks_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_01_www_tabernaculonet_com_br.png

Filme Aeon Flux, de 2005

O símbolo do filme Aeon Flux (Æon Flux) é o próprio Olho Que Tudo Vê:

aeon_flux_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Episódio do desenho Scooby Doo (atual)

Em um mais um episódio do desenho Scooby Doo (veja mais abaixo sobre outro episódio) encontramos o símbolo Olho Que Tudo Vê. A mãe de Velma usa um colar com o símbolo:

desenho_scooby_doo_velma_all_seeing_eye_olho_que_tudo_ve_www_tabernaculonet_com_br.png

Propaganda da marca de óculos Chilli Beans, do início de 2011

Um comercial da marca de óculos Chilli Beans que, segundo apurado, começou a passar no início do ano mostra o símbolo Olho Que Tudo Vê. Veja as imagens:

propaganda_chilli_beans_2011_olho_que_tudo_ve_01_www_tabernaculonet_com_br.jpg

propaganda_chilli_beans_2011_olho_que_tudo_ve_02_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Fonte das imagens: http://www.pensandonisso.com
Colaboração: Lidiane, nos comentários. Obrigado!

Filme A Lenda do Tesouro Perdido (National Treasure), de 2004

Este é um dos filmes onde o símbolo Olho Que Tudo Vê mais aparece. Simplesmente porque ele faz parte da história do filme, que fala inclusive sobre a Maçonaria. Obs.: Em 2008 foi lançado o filme “A Lenda do Tesouro Perdido 2″.

national_treasure_01_www_tabernaculonet_com_br.jpg

national_treasure_02_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Episódio da série Breaking Bad

Em um episódio da série Breaking Bad um personagem aparece com uma camiseta que mostra o símbolo Olho Que Tudo Vê:

all_seeng_eye_olho_que_tudo_ve_breaking_bad_www_tabernaculonet_com_br.jpg
(clique na imagem para ampliar)

Fonte: http://midiailluminati.blogspot.com

Filme Muito Além do Jardim (Being There), de 1979

No filme Muito Além do Jardim, de 1979, aparece uma cena totalmente satânica, mostrada na foto abaixo:

olho_que_tudo_ve_filme_being_there_movie_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Filme A Estranha Perfeita (Perfect Stranger), de 2007

a_estranha_perfeita_capa_www_tabernaculonet_com_br.jpg

No filme A Estranha Perfeita, nas cenas em que a personagem principal está no computador usando um sistema de comunicação via Internet aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê, de forma bem clara. Veja fotos das cenas:

olho_que_tudo_ve_a_estranha_perfeita_1_www_tabernaculonet_com_br.png

olho_que_tudo_ve_a_estranha_perfeita_2_www_tabernaculonet_com_br.png

olho_que_tudo_ve_a_estranha_perfeita_3_www_tabernaculonet_com_br.png

olho_que_tudo_ve_a_estranha_perfeita_4_www_tabernaculonet_com_br.png

olho_que_tudo_ve_a_estranha_perfeita_5_www_tabernaculonet_com_br.png

Filme Lara Croft: Tomb Raider, de 2001

No filme “Lara Croft: Tomb Raider” algumas partes da história envolvem os Illuminati e por isso aparece em diversos amuletos, relíquias e esculturas o símbolo Olho Que Tudo Vê.

Propaganda do filme:

Tomb raider Olho que tudo ve

Cenas do filme (clique na imagem para ampliar):


tomb_raider_olho_que_tudo_ve_01_peq_www_tabernaculonet_com_br.jpg


tomb_raider_olho_que_tudo_ve_02_peq_www_tabernaculonet_com_br.jpg


tomb_raider_olho_que_tudo_ve_03_peq_www_tabernaculonet_com_br.jpg


tomb_raider_olho_que_tudo_ve_04_peq_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Episódio do desenho Scooby Doo (antigo)

scooby_doo_iron_face_olho_que_tudo_ve_02_www_tabernaculonet_com_br.jpg

No episódio “Old Iron Face” do desenho antigo do Scooby Doo (1978) - foto acima - aparece o símbolo Olho Que Tudo Vê em algumas caixas de produtos - foto abaixo.


scooby_doo_iron_face_olho_que_tudo_ve_01_peq_www_tabernaculonet_com_br.jpg

Programa CQC

Conforme a nossa matéria localizada no link abaixo, o símbolo Olho Que Tudo Vê foi usado em vinhetas do programa CQC da Band:
http://www.tabernaculonet.com.br/blog/?p=493

Filme Zoando na TV

No filme Zoando na TV é citado o “Olho Que Tudo Vê”.

Episódio do desenho Arthur, da TV Cultura

Conforme a nossa matéria localizada no link abaixo, o símbolo Olho Que Tudo Vê aparece no episódio de número 71 (sexto episódio da quarta temporada) “Prunella gets it twice”:
http://www.tabernaculonet.com.br/luz.php?facho=t00477

* Autor: Gustavo Guerrear, editor do Tabernaculonet. Com informações enviadas por email.

* Fonte de algumas imagens:
http://popculturepastor.com

Ator Brad Pitt diz que fez pacto com o diabo

Terça-feira, 13 de Setembro de 2011

Agência EFE / G1 - 09/09/2011

O ator Brad Pitt disse nesta sexta-feira (9) que está orgulhoso de seu último filme, “Moneyball”, e brincou que o bom resultado obtido é fruto de um pacto com o diabo. A declaração foi dada durante a estreia mundial do filme no Festival Internacional de Cinema de Toronto (TIFF).

“Cresci em um ambiente muito cristão. Saudável, uma família com muito amor, e não tentei nada por mim mesmo até que me tornei adulto e saí de casa. E o que tentei foi o satanismo. Está funcionando muito bem. Fiz um pacto. Por isso o filme saiu tão bem”, brincou Pitt durante uma entrevista coletiva realizada em Toronto.

Brad Pitt também afirmou que as histórias de perdedores são sua fraqueza e que o gênero esportivo no mundo do cinema “é muito interessante”.

Pitt, que além de protagonizar “Moneyball” é o produtor do filme, dirigido por Bennett Miller (”Capote”, 2005), declarou que tem fraqueza por estas histórias de perdedores. “Me atrai questionar as coisas que são estabelecidas a cada dia”, assinalou.

Em “Moneyball”, baseado em uma história real, Pitt interpreta Billy Beane, o gerente da equipe de beisebol americana Oakland Athletics, uma franquia com um terço do orçamento das grandes equipes profissionais e que luta para ganhar dos grandes do esporte.

Para fazê-lo, Beane utiliza um novo sistema com jogadores descartados por outros para criar uma equipe, em vez de um grupo com grandes individualidades.

“É um material complicado. Não tem a narrativa convencional nem um personagem convencional. Portanto, levou muito tempo e muita gente para tentar conseguir fazê-lo”, explicou Pitt, que durante a entrevista coletiva esteve acompanhado por seus companheiros de elenco, Jonah Hill, Philip Seymour Hoffman, Chris Pratt e o diretor do filme.

“Finalmente, não podia me esquecer da história de um grupo que está preso em um esporte injusto e em uma situação injusta. Por necessidade, tinham que se reinventar”, acrescentou.

“É uma história sobre valores, como avaliamos outras pessoas, o que consideramos como sucesso e fracasso, como escolhemos nosso sistema de valores”, acrescentou.

Por sua vez, Philip Seymour Hoffman, que interpreta o técnico do Oakland Athletics, afirmou que o filme foi para ele inspirador, porque “há um tipo que em meio a sua vida, de repente contempla seu passado e decide que tem que lidar com o que aconteceu antes”.

“Todos nos encontramos de alguma forma nesse momento de nossas vidas e isso é importante para mim”, acrescentou o ator, que, em 2006, ganhou um Oscar por sua interpretação de Truman Capote no filme de Miller.

* Comentário: Repare que a declaração foi feita num dia 09/09.

* Fonte:
http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2011/09/brad-pitt-brinca-que-fez-um-pacto-com-o-diabo.html

Confira 20 curiosidades assustadoras sobre o filme O Exorcista

Segunda-feira, 8 de Novembro de 2010

Moviefone.com / Portal Terra - 08/11/2010

Em dezembro [de 2010] o longa O Exorcista completa 37 anos de seu lançamento. Considerado por muitos o filme mais assustador de todos os tempos, muitas lendas urbanas e alguns fatos bem bizarros rodearam a produção. Recentemente, o site americano Movie Fone listou os 20 mais curiosos. Confira abaixo a seleção. Mas lembre-se: tais informações podem deixar você de cabelos em pé.

1. Uma história real? - O filme foi inspirado num livro de mesmo nome de William Peter Blatty, que também assumiu o roteiro. O que pouca gente sabe é que Blatty se inspirou nos noticiários de 1949, quando jornais de Georgetown estamparam em suas capas o “terrível exorcismo” de Robbie Manheim, garoto de 14 anos cujo corpo teria sido invadido depois que ele brincou com uma tábua de Ouija para tentar se comunicar com seu tio morto.

Pazuzu
2. Aterrorizando plateias antes de estrear - A estreia aconteceu só em dezembro de 1973, mas a Warner Bros. foi obrigada a retirar o trailer original do longa dos cinemas por ele ser considerado “assustador demais” para plateias médias. O vídeo mostrava trechos do filmes com inserções artísticas animadas do próprio demônio Pazuzu, que possui a garotinha na telona. Depois de muito tempo, o estúdio liberou o vídeo no You Tube para os curiosos (e corajosos).

William O’Malley
3. O poder da fé - Joseph Dyer, amigo do padre Karras no filme, é interpretado pelo padre William O’Malley, que até hoje leciona na Universidade de Fordham, onde parte do filme foi rodada. Ele ainda mostra cenas do longa em suas aulas admitindo que “80% dessa história é real”.

4. Dedicação bizarra - A atriz Mercedes McCambridge foi quem dublou a voz demoníaca de Linda Blair. Para conseguir a proeza de ter a voz parecida com a de um “filhote do capeta”, ela fumava cerca de seis maços de cigarro por dia e engolia ovos crus, além de colocar em sua dieta maçãs defumadas.

5. Linguagem obscena - Max Von Sydow, ator que interpretou o padre Merrin no filme, ficou tão impressionado com as “obscenidades” da menina possuída no set que esquecia constantemente suas falas.

set Exorcist
6. Set amaldiçoado? - O set onde foi rodado a maior parte das cenas do longa pegou fogo no meio das filmagens. O único lugar que ficou intacto foi o quarto da menina possuída, Regan. Além disso, a casa onde filmavam as externas do longa, bem próxima às famosas escadas de Georgetown, demorou mais de 30 anos para ser alugada, dado ao medo dos inquilinos. Hoje, pertence à Warner e é ponto turístico.

7. Audiências em choque - Por conta da repercussão do longa, vários espectadores nos Estados Unidos recebiam sacos de vômito antes de entrar nos cinemas.

8. Sofrimento literal - Durante uma exibição em 1974, um homem desmaiou e acabou quebrando as costelas. Posteriormente, ele processou a Warner Bros., mas fechou acordo fora do tribunal.

Billy Graham
9. Fita do Mal - O pastor evangélico Billy Graham pregava, até pouco tempo, que todas as fitas VHS com o filme estavam possuídas pelo demônio. Quem a comprasse corria sérios riscos de ser possuído. Mesmo assim, as vendas do longa bateram recordes.

10. Controvérsia no lançamento - A atriz Mercedes McCambridge (a mesma senhora que fumou enlouquecidamente e comeu ovos crus) não gostou nadinha de não ter sido creditada no longa e contou para Deus e o mundo que tinha dublado Linda Blair nas filmagens. Esse é um dos motivos pelos quais os críticos afirmam que a atriz mirim não levou o Oscar de atuação daquele ano.

11. Espectadores fora de controle - Após o lançamento do longa, a atriz Linda Blair foi ameaçada de morte por fanáticos religiosos, que afirmavam que ela “glorificava o Demônio” com o papel da menina possuída. Por conta disso, ela passou seis meses amparada por seguranças contratados pelo estúdio.

Exorcist

12. Um escândalo internacional - O filme foi banido na maior parte do Reino Unido, incluindo alguns cinemas de Londres. Por conta disso, o estúdio disponibilizou o “The Exorcist Bus”, que levava aespectadores para as cidades da Europa que exibiam o longa por um preço “camarada”.

13. Acreditando na maldição - As cenas no quarto do padre Karras foram rodadas na residência de um famoso frei americano. Por conta de alguns acidentes - entre eles a morte de alguns nomes envolvidos na produção -, o roteirista William Petter Blatty chamou um padre para abençoar o set principal, em Washington.

14. Direção intensa - O diretor William Fridkin não poupou esforços para assustar seus atores, chegando a dar tiros no ar sem avisar ninguém no meio das filmagens. Ele ainda encomendou um freezer gigante para “esfriar” o set. Linda Blair, no entanto, só usava sua camisola nas cenas e acabou pegando pneumonia.

Ellen Burstyn
15. Injúrias - Ellen Burstyn e Linda Blair saíram das filmagens contando alguns hematomas. Ellen, aliás, ganhou uma lesão na espinha que deixou marcas até hoje, depois de rodar a cena em que é agredida pela própria filha possuída.

16. Coincidência bizarra - A pós-produção do filme foi feita num estúdio na Fifth Avenue, em Nova York. O número da casa? 666.

17. Efeitos estranhos - Para reproduzir os terríveis gemidos de Regan, William Friedkin gravou os ruídos estridentes de porcos sendo levados para o abate em uma fazenda próxima ao set.

Jack MacGowran
18. Epílogo Macabro - Na época do lançamento, lendas urbanas garantiam que todo mundo que participou da produção estaria amaldiçoado pela eternidade. Foram nove mortes no total. O ator Jack MacGowran, que interpretou Burke, e a atriz Vasiliki Maliaros, que viveu a mãe do Padre Karras, nem chegaram a ver o filme nos cinemas.

19. Aclamado pela crítica - ‘O Exorcista’ foi o primeiro filme de terror da história a ser indicado ao Oscar. Foram dez nominações, incluindo melhor atriz coadjuvante para Linda Blair, e duas estatuetas: melhor roteiro adaptado e melhores efeitos sonoros.

20. E tudo por causa do dinheiro - Controverso ou não, até o lançamento de Tubarão, dois anos depois, O Exorcista foi o filme mais lucrativo da história. Se não considerada a inflação, o longa aparece até hoje entre os dez mais vistos de todos os tempos.

* Fonte:
http://cinema.terra.com.br/interna/0,,OI4775748-EI1176,00.html

* Comentário: Claro que as fitas do filme não eram “possuídas pelo demônio”. Se o Billy Graham realmente disse isso foi mais pra chamar atenção mesmo. Porém concordo que quem assiste ao filme corre sério risco de ser influenciado por demônios, e até de ficar endemoninhado (existem diversos fatores determinantes). Isso ocorre porque a pessoa que assiste ao filme faz contato com a realidade espiritual retratada no mesmo, e isso torna-se uma “porta de entrada” de demônios, já que podemos dizer que no mundo espiritual não existe separação entre “ficção e realidade” (por isso muitos já foram amaldiçoados ao fazerem a “‘brincadeira’ do copo”, por exemplo). Outro detalhe: pode ter certeza que o item 16 da lista não foi uma coincidência. A maioria dos filmes como este são produzidos com objetivos específicos.

* Notas: Além das curiosidades acima, já foi diversas vezes noticiado que o filme contém horríveis imagens subliminares que aparecem e somem rapidamente entre uma cena e outra. Destacamos também que escolheram um nome conhecido de demônio para ser o demônio que usa a garota do filme (não temos como saber se existe mesmo um demônio chamado “Pazuzu”, mas pelo menos é dessa forma que um demônio é conhecido), quando poderiam ter criado um nome fictício.

Mais um filme espírita nos cinemas

Quarta-feira, 1 de Setembro de 2010

Portal Terra - 01/09/2010

nosso lar

nosso lar

Nosso Lar, filme baseado no livro homônimo do mineiro Chico Xavier, vai mais uma vez rever no cinema o trabalho do médium mais famoso do País, cujo centenário de nascimento é celebrado este ano, data esta lembrada também pelo sucesso de bilheteria Chico Xavier, de Daniel Filho.

Produzido pela Cinética, em co-produção com a Fox Film do Brasil, Migdal Filmes e Globo Filmes, o filme traz no elenco Renato Prieto, Fernando Alves Pinto, Rosanne Mulholland, Inez Viana, Rodrigo dos Santos, Werner Schünemann, Clemente Viscaíno, Helena Varvaki, Aracy Cardoso e Selma Egrei. A direção é de Wagner de Assis.

O filme vai contar a história de um médico que acorda no mundo espiritual após a sua morte e acompanha sua jornada, desde os primeiros dias numa dimensão de dor e sofrimento, até ser resgatado para uma cidade espiritual chamada Nosso Lar.

Ator emagrece 18kg para participar de filme espírita

Nos palcos, Renato Prieto já fez 12 de trabalhos de temática espírita, entre eles o sucesso Além da Vida (2008), assistida por quase dois milhões de pessoas. Em nenhum deles, no entanto, o esforço foi tão grande quanto em Nosso Lar, superprodução baseada em livro de Chico Xavier. Na tela, o ator interpreta o médico André Luiz, que após a morte vai para o mundo espiritual que batiza o filme. Para tornar verossímil o processo de transformação do personagem ele precisou emagrecer 18kg.

“18 quilos e 800 gramas”, corrige um bem-humorado Renato. “Faço questão das 800 gramas porque no início é dois, sete, nove quilos. Quando chega aos 11 é 11 quilos e 100 gramas. Essas 800 gramas foram as piores de todas”, conta ele, que teve um prazo de 50 dias para perder peso a pedido do diretor Wagner de Assis.

As cenas iniciais, ambientadas no umbral (espécie de purgatório), onde André desembarca tão logo desencarna, exigiam a aparência de um naúfrago: magreza e barba e cabelos grandes. A caracterização levava de seis a sete horas. “No tempo que sobrava entre a maquiagem e a filmagem eu dormia. Umas três horas por dia”, conta o ator, que ainda fez caminhadas leves para não ganhar musculatura e num processo inverso precisou recuperar de quatro a cinco quilos com o intuito de mostrar a recuperação do protagonista.

Seguidor da doutrina espírita, Renato acompanhou o diretor numa visita a Federação Espírita Brasileira para a negociação dos direitos do livro para o cinema. Mas parou por aí. “Não quis misturar as coisas”, lembra ele, que não seguiu nenhum tipo de ritual para atuar. “Tinha feito a peça. Mas por algum motivo eu não fiz o protagonista. Ele (André Luiz) é diametralmente diferente de mim. Com emoções que exigiam uma tensão, uma disciplina muito grande. Para não dispersar eu procurava ficar mais isolado. Precisava saber onde chegar para entender esse personagem, encontrar o foco”.

Espírito obsessor

Wagner assistiu Renato no teatro. Numa delas, ao lado da mulher, ela não reconheceu o ator, que interpretava um espírito obsessor. Tempos depois veio a decisão de tê-lo no longa-metragem. “É muito difícil selecionar elenco. Mais do que convocar jogador para a Seleção. Por que jogador você troca, até durante o jogo”, admite o cineasta, que faz questão de esclarecer: “Em nenhum momento ser espírita foi pré-requisito para nada nesse filme. Nem ter trabalhado em algo com a temática. Foi única e exclusivamente para contar a história”.

Nosso Lar bate nas telas depois dos êxitos de Bezerra de Menezes, com meio milhão de pagantes, e Chico Xavier, de Daniel Filho, que levou quase 3,5 milhões de brasileiros aos cinemas neste ano, numa onda que ainda promete outros títulos. Renato lembra que o assunto é recorrente no cinema, seja em dramas ou comédias, e tenta encontrar uma resposta para o interesse do público por tais filmes. “Acho que existe no inconsciente coletivo uma vontade de saber mais sobre o assunto”, argumenta.

* Fontes:
http://cinema.terra.com.br/interna/0,,OI4539594-EI1176,00.html

http://cinema.terra.com.br/interna/0,,OI4650936-EI1176,00.html

* Nota: Reparou no símbolo Hexagrama formado pelas ruas do lugar representado no filme? Na primeira imagem acima parece bastante um pentagrama invertido, e isso não é por acaso, mas se reparar melhor verá que é um Hexagrama, assim como mostra a segunda imagem.

Cinearte é proibida de divulgar ou comercializar filme pornográfico estrelado por Xuxa

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

JusBrasil - 18/06/2010

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, por unanimidade de votos, negou provimento ao recurso da Cinearte Produções Cinematográficas e proibiu a divulgação ou comercialização do filme “Amor Estranho Amor”, dirigido por Walter Hugo Khoury e estrelado pela apresentadora Xuxa. Em caso de descumprimento da ordem judicial, a produtora vai pagar multa de R$ 200 mil. A decisão se baseou no voto do relator do processo, desembargador Cláudio de Mello Tavares.

O recurso foi interposto pela Cinearte contra liminar deferida pela 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, a pedido de Xuxa Promoções e Produções Artísticas, a fim de proibir a cessão ou comercialização da obra. Para o relator, a divulgação do filme causará prejuízo irreparável à apresentadora.

“Aponte-se que, caso a recorrente negocie a obra com terceiros, o prejuízo suportado pela recorrida poderá ser irreversível, não sendo possível o restabelecimento do statu quo ante, portanto, justifica-se a manutenção da decisão agravada”, afirmou o desembargador.

Produtora do filme, a Cinearte mantém acordo judicial com Xuxa, cedendo a ela os direitos patrimoniais do filme, mediante o pagamento anual de quantia em dólares. Previsto inicialmente para durar oito anos, o contrato vem sendo renovado há 18 anos. Em 2009, a empresa propôs a renegociação do valor, alegando queda do dólar, e deixou de indicar a conta corrente, como de praxe, para que Xuxa fizesse o depósito. A apresentadora, então, converteu a quantia de acordo com o dólar do dia e fez o depósito em juízo. Contrariada, a Cinearte ameaçou liberar o filme.

Para o desembargador Cláudio de Mello Tavares, a matéria ainda depende de provas, que serão apuradas pela 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, onde tramita a ação declaratória de validade de cláusula contratual, ajuizada por Xuxa Promoções e Produções. “Somente assim será possível aferir quem está com a razão”, ressaltou em seu voto. Ele disse ainda que se aplica ao caso o verbete 59 da Súmula do TJ do Rio, que diz: “Somente se reforma a decisão concessiva ou não da antecipação da tutela, se teratológica, contrária à lei ou à evidente prova dos autos”.

* Fonte:
http://www.jusbrasil.com.br/noticias/2242580/cinearte-e-proibida-de-divulgar-ou-comercializar-filme-estrelado-por-xuxa

* Matéria relacionada:
Ex-paquito faz revelações sobre Xuxa

Mercado Livre é proibido de vender filme erótico de Xuxa

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010

Consultor Jurídico - 27/11/2006

O site de leilão Mercado Livre está proibido de comercializar o CD Xuxa talk to me e o DVD do filme Amor estranho amor, sob pena de R$ 20 mil de multa diária. A decisão é do juiz Antônio Aurélio Abi Rama Duarte, da 7ª Vara Cível da Barra da Tijuca.

Segundo o Globo Online é a primeira vez que o site é responsabilizado pelo conteúdo de um produto a ser leiloado. O CD Xuxa talk to me é uma compilação de músicas gravadas por Xuxa em inglês para o seu programa nos Estados Unidos. O material nunca foi lançado comercialmente. O filme Amor estranho amor foi dirigido por Walther Hugo Khouri em 1982. Nele, Xuxa faz a personagem Tâmara, que seduz um garoto de 12 anos.

Leia a determinação

Foi deferido que seja concedida, liminarmente, tutela específica de obrigação de não fazer, devendo o réu, incontinenti, abster-se de anunciar, veicular, ofertar, reproduzir, permitir ou intermediar qualquer compra e venda do CD Xuxa talk to me e do conteúdo do filme Amor estranho amor (mesmo que seja com outra nomenclatura) através do sítio mercadolivre.com.br; sob pena de pagamento de multa diária. A partir de agora o site deverá se responsabilizar pelos produtos anunciados com a marca Xuxa.

* Fonte:
http://www.conjur.com.br/2006-nov-27/mercado_livre_proibido_vender_filme_xuxa

* Nota: Apesar da notícia não ser atual, está sendo publicada para que fique registrada.

* Matéria relacionada:
Ex-paquito faz revelações sobre Xuxa

Homem morre após assistir sessão em 3D do filme Avatar

Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Portal Terra - 19/01/2010

Um homem de 42 anos natural de Taiwan morreu, vítima de um derrame provocado durante uma sessão em 3D do filme Avatar, de James Cameron, informaram os médicos à agência AFP.

Segundo o laudo, o derrame aconteceu porque a vítima teria sentido diferentes tipos de emoções por conta das tecnologias utilizadas no filme. As luzes e efeitos em 3D teriam provocado uma convulsão imediata.

O paciente tinha histórico de pressão alta e chegou ao Hospital Geral de Nan Men inconsciente. Os exames constataram que ele sofreu uma hemorragia cerebral.

A morte, no entanto, só foi declarada onze dias após a internação. Os médicos acreditam que os efeitos do filme desencadearam a doença adormecida.

Esta é a primeira morte ligada ao filme Avatar. Desde que o longa estreou, alguns espectadores reclamaram de dores de cabeça, tonturas e náuseas. Parece fantástico, mas em 1997, uma exibição do desenho Pokémon - que utilizava luzes semelhantes - levou mais de 2500 pessoas ao hospital no Japão com sintomas de epilepsia.

* Fonte:
http://cinema.terra.com.br/interna/0,,OI4214065-EI1176,00.html

* Em ligação com:
Fãs de Avatar dizem ter depressão depois de assistir ao filme

TESTEMUNHOS: T. G. - O mundo traiçoeiro e maligno do filme Avatar

Fãs de Avatar dizem ter depressão depois de assistir ao filme

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Ego / Globo.com - 13/01/2010

Avatar

O sucesso do filme “Avatar” tem causado um efeito diferente em alguns fãs do longa. Em diversos fóruns na internet, fãs relatam terem ficado deprimidos depois de deixarem as salas de cinema.

A causa de tanto sofrimento é o fato de Pandora, planeta mostrado no filme, não existir. Alguns internautas também se dizem decepcionados com os humanos e os mais obcecados relatam já terem até mesmo pensado em suicídio.

“Desde que fui ver ‘Avatar’ estou deprimido. Ver o maravilhoso mundo de Pandora e todos os Na’vi fez com que eu quisesse ser um deles. Já até pensei em cometer suicído, para ver se eu consigo renascer em um mundo como Pandora”, escreveu rapaz chamado Mike no site Avatar Forums.

Preocupados com mensagens deste tipo, outros usários tentam animar os fãs deprimidos dizendo para eles se divertirem com jogos de vídeo game sobre o filme e com a trilha sonora.

Outros relatam que a sensação de depressão os levou a assistir ao filme de novo: “Depois que vi o filme pela primeira vez me senti assim meio deprimido, mas fui ao cinema de novo e acho que me sinto melhor. Ver aquele mundo e querer que o meu seja igual faz de mim uma pessoa melhor”, escreveu outro internauta.

“Avatar” é a história de um ex-fuzileiro naval norte-americano paraplégico enviado da Terra para se infiltrar numa raça de alienígenas azuis de três metros de altura e persuadi-los a deixar uma mineradora da Terra explorar seus recursos naturais.

* Fonte:
http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1445684-9798,00.html

* Colaboração: V. I. (nome preservado), via email.

* Em ligação com:
Homem morre após assistir sessão em 3D do filme Avatar

* Mais informações:
TESTEMUNHOS: T. G. - O mundo traiçoeiro e maligno do filme Avatar