Arquivo da Categoria ‘Policia’

Polícia encontra 4 quilos de cocaína em carro do Vaticano

Sábado, 20 de Setembro de 2014

Veja / Daily Telegraph - 16/09/2014

Dois italianos foram presos pela polícia francesa transportando quatro quilos de cocaína e 200 gramas de maconha em um carro oficial do Vaticano. O veículo pertence ao cardeal argentino Jorge Maria Mejía, de 91 anos, bibliotecário emérito da Santa Sé.

O veículo havia sido encaminhado a uma oficina mecânica, para passar por uma revisão, e os dois italianos resolveram usá-lo para viajar até a Espanha e comprar drogas, supondo que um carro oficial não seria parado. Ao cruzarem os Alpes Franceses, contudo, policiais decidiram examinar o veículo. Constataram que nenhum dos dois homens tinha passaporte diplomático e encontraram a droga em bolsas e malas. Os italianos tentaram argumentar que eram apenas motoristas e não sabiam da existência da droga, mas foram presos em flagrante e serão processados pela Justiça francesa por tráfico de drogas.

Ao jornal argentino La Nación, o padre Luis Alberto Duacastella, o ajudante do cardeal, disse que “sua culpa foi ter confiado em uma pessoa que conhece há dez anos” e que já teve problemas com a polícia. O carro foi entregue na sexta-feira e deveria ser devolvido no domingo, o que não ocorreu. Ele também lamentou o episódio. “Estou muito mal, destroçado, é uma coisa maluca o que aconteceu, não desejo a ninguém”, disse. “Colocaram o cardeal em evidência por algo com o qual ele não tem obviamente nada a ver”.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, defendeu nesta terça-feira o cardeal Mejía: “Posso dizer que as prisões não envolvem pessoas da Santa Sé nem o cardeal. Cabe às autoridades policiais prosseguirem com as investigações”.

Nomeado cardeal em 2001 por João Paulo II, Mejía foi uma das primeiras pessoas a receberem uma visita do papa Francisco depois de eleito sumo pontífice. Na ocasião, em março do ano passado, o cardeal estava internado se recuperando de um infarto.

Guerra às drogas

Francisco tem se mostrado um ferrenho opositor à legalização das drogas. Em junho, o papa disse que o vício em substâncias ilícitas é “maligno”. “Eu reafirmo o que tenho dito em outras ocasiões: digam ‘não’ para as drogas. Simplesmente isso”, afirmou Francisco, durante uma conferência em Roma. Ele também declarou que o tráfico de drogas tem crescido graças a um “comércio deplorável que transcende as fronteiras nacionais”, conforme reportou o jornal Daily Telegraph.

* Fonte:
http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/italianos-sao-presos-por-levar-drogas-em-carro-do-vaticano 

Homem que realizava rituais de Vodu decapita amigo com cordas de guitarra nos EUA

Quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Portal Terra / The Mirror - 03/04/2014


[Foto: AP]

Um homem é acusado de ter decapitado o amigo, usando cordas de uma guitarra e guardado sua cabeça em uma sacola, no condado de Osage, em Illinois, nos Estados Unidos.

Os restos mortais da vítima, James Gerety, de 48 anos, foram encontrados a cerca de 28 quilômetros de sua casa, em março de 2012, um ano após o anúncio de seu desaparecimento.

A namorada do pai do acusado estava colhendo cogumelos, quando tropeçou em uma parte do crânio de Gerety.

A ex-namorada do acusado falou que James Paul Harris confessou a ela que tinha matado o amigo. Ele detalhou a ela que atirou no estômago de Gerety e então o torturou por dois dias usando as cordas de uma guitarra como garrote para decapitá-lo.

A moça relatou ainda que Harris realizava rituais de vodun (vudu) e teria guardado a cabeça de Gerety para poder conversar com o amigo.

Harris, que irá a julgamento em junho, nega o crime.

Com informações do Mirror.

* Fonte:
http://noticias.terra.com.br/mundo/estados-unidos/homem-decapita-amigo-com-cordas-de-guitarra-nos-eua,3267667387725410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html

Ampola com o sangue de João Paulo II é roubada de igreja na Itália e caso pode envolver sociedades secretas

Segunda-feira, 24 de Março de 2014

Reuters / The Telegraph - 27/01/2014

afp_relicary_blood_john_paul_pope.jpg
[Foto: AFP]

ROMA, 27 Jan (Reuters) - Ladrões invadiram uma pequena igreja nas montanhas a leste de Roma durante o fim de semana e roubaram um relicário que continha o sangue do papa João Paulo 2º, afirmou uma guardiã do local nesta segunda-feira.

Franca Corrieri disse que descobriu uma janela quebrada no domingo de manhã e chamou a polícia. Quando os policiais entraram na pequena igreja de pedra, perceberam a falta do relicário de ouro e de um crucifixo.

João Paulo 2º, que morreu em 2005, amava as montanhas da região de Abruzzo, a leste de Roma. Alguma vezes ele escapava secretamente do Vaticano para caminhar e esquiar na área e rezar na igreja.

O polonês João Paulo, cujo papado durou 27 anos, deve ser santificado pela Igreja Católica em maio, fazendo com que o relicário se torne mais peculiar e valioso.

Em 2011, o ex-secretário particular de João Paulo, o cardeal Stanislaw Dziwisz, presenteou a comunidade local de Abruzzo com um pouco do sangue do pontífice, como símbolo do amor sentido por ele pela região montanhosa.

O sangue foi depositado em um recipiente de ouro e vidro e mantido em um nicho na pequena igreja de San Pietro della Ienca, perto da cidade de L’Aquila.

Corrieri disse à Reuters que o incidente dá sensação mais de um “sequestro” do que um roubo. “Em certo sentido, uma pessoa foi levada”, disse ela por telefone.

Nada mais foi levado da isolada igreja além do relicário e do crucifixo, embora Corrieri diga que os ladrões provavelmente tiveram tempo para levar outros objetos durante o roubo, realizado à noite.

Bolsas de sangue de João Paulo foram guardadas após uma tentativa de assassinato que quase o matou, na Praça de São Pedro, em 12 de maio de 1981.

(Reportagem de William James)

* Fonte:
http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPEA0S4AV20140127

——————————————————————————–

Sangue do Papa João Paulo II é roubado em possível roubo ’satânico’

Por Nick Squires

(The Telegraph) - Um relicário religioso contendo sangue do Papa João Paulo II foi roubado de uma igreja numa remota região montanhosa na Itália, com a especulação de que um grupo satânico poderia estar por trás do roubo.

Uma equipe de cerca de 50 policiais Carabinieri com cães farejadores foram ao local na segunda-feira à procura de qualquer vestígio do relicário, que foi roubado da Igreja de São Pedro de Ienca nas montanhas de Abruzzo, no fim de semana.

O objeto ornado com ouro contém um fragmento do material, manchado de sangue, que foi supostamente retirado da roupa usada por João Paulo II depois de ter sido baleado durante o fracassado atentado contra sua vida na Praça de São Pedro, em 1981. Foi doado à igreja em Maio de 2011 por Stanislaw Dzuwisz, um cardeal polonês e ex-secretário pessoal do Papa.

O relicário é apenas um de um punhado no mundo que contém o sangue do papa polonês, que morreu em 2005 e foi sucedido por Bento XVI.

Foi roubado junto com uma cruz da igreja, que fica perto de Gran Sasso, uma montanha com 9.550 pés de altitude nos Apeninos, a leste de Roma.

O roubo foi descoberto no sábado por um sacerdote do santuário religioso, que é dedicado à memória de João Paulo II.

O papa gostava muito da região e costumava passar férias lá, andando, meditando e esquiando na estância vizinha de Campo Imperatore.

Também é famoso como o lugar onde Benito Mussolini foi internado depois de a Itália trocar de lado durante a guerra, e de onde ele foi resgatado por uma equipe de pára-quedistas alemães em Setembro de 1943 durante um ousado ataque aéreo.

“É possível que possa haver seitas satânicas por trás do roubo do relicário”, disse Giovanni Panunzio, o coordenador nacional de um grupo anti-ocultismo chamado Osservatorio Antiplagio.

“Este período do ano é importante no calendário satânico e culmina no ‘ano novo’ satânico em 1º de Fevereiro. Este tipo de sacrilégio muitas vezes ocorre nesta época do ano. Esperamos que os itens roubados sejam recuperados o mais rápido possível”.

O roubo do relicário ocorre junto com os preparativos do Vaticano para canonizar João Paulo II, junto com outro ex-papa, João XXIII, em uma cerimônia em 27 de abril.

No funeral de João Paulo II em 2005, multidões de enlutados gritaram “Santo Subito!” - “Santidade agora” - o que levou o Vaticano a acelerar o caminho do pontífice polonês à canonização.

Em agosto de 2012, outra relíquia que contém um frasco de sangue do falecido Papa foi roubada de um padre católico, enquanto ele estava viajando em um trem ao norte de Roma.

A relíquia estava em sua mochila, que foi fraudado por ladrões, mas mais tarde recuperada em um matagal pela polícia.

* Fonte:
http://www.telegraph.co.uk/news/religion/the-pope/10599604/Blood-of-Pope-John-Paul-II-stolen-in-possible-satanic-theft.html

* Tradução: Gustavo Guerrear, editor do Tabernaculonet.

* Comentário: Há muito tempo existem rumores sobre conspirações envolvendo o ex-papa João Paulo II, incluindo rituais secretos que utilizariam seu sangue. Alguns pesquisadores do assunto chegam a cogitar que João Paulo II seja peça-chave nos acontecimentos relatados no Apocalipse, ressurgindo como o Falso Profeta. Na Itália existe há centenas (ou milhares) de anos uma disputa muito grande entre sociedades secretas satânicas e o Vaticano. Uma parte da história de “Código Davinci” não é apenas ficção… Recomendo que você pesquise e tire suas próprias conclusões.

Jovem teria sido morta em ritual de magia negra por causa de colar

Quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2014

Portal Terra - 10/02/2014

A delegada Cristiana Angelini, da delegacia de Homicídios de Venda Nova, na região norte de Belo Horizonte, comentou nesta segunda-feira as circunstâncias da morte de uma adolescente de 17 anos no último dia 31 de outubro, dia das Bruxas nos Estados Unidos, mas que também é lembrado em alguns eventos no Brasil.

Segundo a delegada, Camilla Souza foi morta em um ritual de magia negra por três homens que segundo a policial, não concordaram com o fato da jovem “arrancar do pescoço uma guia (colar) que ela havia recebido durante o ritual de candomblé”, explicou. Os suspeitos, Raony Dias Miranda, Kliver Marlei Alves dos Santos e Warley dos Reis Valentin da Silva, foram presos na sexta-feira e apresentados à imprensa na manhã desta segunda-feira no Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de BH.

“Os três estavam com a vítima nesse ritual na casa de familiares do Raony e ela foi escolhida para receber esse colar. Só que ela não aceitou e arrancou a guia do pescoço. Isso significou para eles um rompimento do pacto com a entidade e por isso eles decidiram sacrificá-la. O Warley foi quem a segurou pelo pescoço com uma gravata enquanto o Kliver e o Raony a esfaquearam no pescoço. Eles deixaram a cabeça apenas sustentada pela coluna e em seguida beberam o sangue para fechar o corpo, para se protegerem e para ficar com o espírito mais forte,” explicou a delegada.

Os suspeitos foram descobertos a partir de depoimentos de testemunhas que ouviram os gritos da jovem no momento em que ela era assassinada: “Como a gritaria chamou a atenção, eles ligaram um som no volume máximo para abafar. Depois arrastaram o corpo do segundo andar do imóvel até a rua, onde o abandonaram. A perícia verificou que no local havia pouco sangue, e depois que entraram na casa puderam atestar que o crime foi cometido dentro do imóvel,” continuou a delegada.

“A gente acredita que foi um crime premeditado porque familiares da vítima disseram que uma semana antes alguém ligou para a casa dela e disse que era o Lúcifer, o Satanás, e que algo ruim aconteceria com a família. Uma semana após a morte dela, o Raony, que é pai de santo, foi visto com uma mulher, os dois vestidos de branco, jogando farofa na casa da Camilla, como que num ritual para agradecer pelo sacrifício,” explicou.

Os suspeitos confirmaram os rituais na casa, mas negaram o crime e durante a apresentação à imprensa, debocharam dos jornalistas e dos investigadores. Sorrindo, Raony chegou a dizer que em breve estará solto, mostrando despreocupação: “Devo, vou cumprir (a pena) e rapidinho tô na rua”, disse. O amigo dele, Kliver, revelou que frequentava a casa da família de Raony para acompanhar “os trabalhos para Exú”, mas disse que não participou da morte da jovem. Com um sorriso irônico, por pelo menos duas vezes fechou um gesto de tchau para as câmeras.

Raony Dias Miranda, Kliver Marlei Alves dos Santos e Warley dos Reis Valentin da Silva foram indiciados por homicídio triplamente qualificado: “Pelo meio cruel que empregaram no crime, por terem impossibilitado a defesa da vítima e pelo motivo torpe”, concluiu Cristiana.

* Fonte:
http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/jovem-teria-sido-morta-em-ritual-de-magia-negra-por-causa-de-colar,53c6234c94c14410VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

Software da NSA pode coletar praticamente qualquer coisa online

Sexta-feira, 2 de Agosto de 2013

The Guardian / Tecmundo - 31/07/2013

nsa_logo.jpg

Já se vê ao longe, hoje, a época em que o potencial de sondagem da NSA (Agência de Segurança Nacional, na sigla em inglês) era apenas fruto de teorias da conspiração — fomentadas por inúmeros anos de cinema hollywoodiano. Entretanto, caso o escândalo recente envolvendo escutas telefônicas em território estadunidense tenha feito você pensar “Ok, é isso”, é melhor olhar novamente: a agência tem algo ainda mais poderoso nas mangas.

Trata-se do software conhecido como X-Keyscore, o qual se diz ser capaz de acessar “praticamente qualquer coisa” em ambiente online. A existência do programa foi revelada pelo agente da NSA Edward Snowden. Segundo ele, o X-Keyscore é capaz de vasculhar qualquer coisa através da internet — desde que essa coisa se utilize do protocolo HTTP.

Entretanto, é ressaltado que, embora a agência possa pescar qualquer coisa do ambiente online, ela não necessariamente o faz. A garantia? Um protocolo bastante simples: o agente interessado em investigar alguém internet afora simplesmente entra com um texto, justificando o expediente — o que não dependerá do aval de superiores ou de qualquer tipo de corte. Sim, isso é bem pouco reconfortante.

Confira os atributos do poderoso X-Keyscore:

- Realizar escutas em qualquer telefone — de forma praticamente instantânea —, podendo ainda registrar todo o histórico de emails;
- Conferir em tempo real cada passo que você dá em ambiente online;
- Ler o email de qualquer um;
- Monitorar conversas no Facebook;
- Ver praticamente qualquer coisa que você faz na internet; e
- Obter os endereços de IP de qualquer site com o protocolo HTTP.

* Fonte:
http://www.tecmundo.com.br/seguranca-de-dados/42635-software-da-nsa-pode-coletar-praticamente-qualquer-coisa-online.htm

* Fonte original:
http://www.theguardian.com/world/2013/jul/31/nsa-top-secret-program-online-data

Ataque em Londres pode ter relação com terrorismo, diz premiê britânico

Quinta-feira, 23 de Maio de 2013

G1 - 22/05/2013

atentado_londres_2013_05_22_02.jpg

O ataque em que um homem, possivelmente um militar em roupas civis, foi morto com arma branca nesta quarta-feira (22) em Londres pode estar relacionado com terrorismo, disse o premiê britânico, David Cameron. “É o mais apavorante crime”, disse Cameron, que abreviou uma viagem a Paris por conta do incidente.

“A polícia está urgentemente buscando os fatos completos sobre esse caso, mas há fortes indicações de que é um incidente terrorista”. O prefeito de Londres, Boris Johnson, disse que “muitíssimo provavelmente” a morte foi um ataque terrorista. “Obviamente, é cedo para ter todos os fatos”, disse em entrevista na TV. “Estou com medo que seja muitíssimo provável que seja um ataque terrorista, de um tipo que nunca foi visto antes”.

Agressores filmados

Os dois possíveis agressores ficaram feridos no incidente, ocorrido em uma rua próximo a um quartel militar no bairro de Woolwich, no sudeste de Londres. Os agressores pediram às pessoas que estavam por perto que filmassem o que estava acontecendo, segundo testemunhas.

Os policiais atiraram nos dois suspeitos, que ficaram feridos, após o soldado ter sido morto, segundo Simon Letchford, da Scotland Yard, a polícia londrina. Um deles estaria em estado grave, segundo a imprensa.

“Devemos combatê-los como eles nos combatem: olho por olho, dente por dente”, gritou um dos dois agressores vestido com uma calça jeans e um casaco e usando um boné, em um filme amador obtido pela rede de televisão ITV. “Juramos por Alá, o todo-poderoso, que nunca vamos parar de combatê-los”, acrescentou uma voz possessa, em um inglês com forte sotaque londrino.

“Lamento que mulheres tenham sido testemunhas do que aconteceu hoje, mas em nosso país, nossas mulheres veem o mesmo tipo de coisa”, disse ainda o jovem negro que levava duas facas e um cutelo ensanguentados.

De acordo com testemunhas, este homem e seu cúmplice pediram que as pessoas no local filmassem a cena na qual continuavam a esfaquear o corpo da vítima. Algumas afirmaram que eles se preparavam para decapitá-la.

Elas também disseram ter ouvido os agressores gritando “Deus é grande”, em árabe. A segurança foi reforçada na área imediatamente após o incidente. Helicópteros sobrevoavam o local e ruas próximas foram isoladas pela polícia.

Mais cedo, um professor de uma escola local disse à BBC que viu um corpo na rua e depois ouviu barulho de tiros.

“Achamos que o homem era um soldado. Não sabemos as circunstâncias do incidente”, disse o deputado Nick Raynsford, de Woolwich e Greenwich, depois de ter conversado com um policial no local. “A polícia precisou agir para deter esses indivíduos”. Raynsford também informou que foram encontradas armas de fogo, facas e facões no local do incidente.

Reunião de emergência

O primeiro-ministro britânico Cameron convocou uma reunião de emergência do comitê de segurança do governo após o incidente, disse nesta quarta-feira o gabinete do premiê.

O governo britânico convoca reuniões desse grupo, chamado Cobra, apenas para tratar de incidentes que têm implicações na área de segurança nacional.

“O primeiro-ministro diz que a morte em Woolwich é verdadeiramente chocante, e pediu ao secretário do Interior para presidir uma reunião do Cobra”, disse um funcionário do gabinete de Cameron à Reuters.

Duas fontes da investigação disseram à agência Reuters que está sendo apurado um possível link nigeriano no caso. Os suspeitos ainda não teriam sido identificados.

* Fonte / Vídeo:
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/05/ataque-em-londres-pode-ter-relacao-com-terrorismo-diz-premie.html

Homem morre em tiroteio no sudeste de Londres

Quinta-feira, 23 de Maio de 2013

G1 - 22/05/2013

atentado_londres_2013_05_22_01.jpg

Um homem, possivelmente um militar, morreu nesta quarta-feira (22) e duas pessoas ficaram feridas em um incidente policial no bairro de Woolwich, no sudeste de Londres. O incidente ocorreu próximo a um quartel militar.

Um porta-voz dos serviços de ambulâncias confirmou que há uma morte e que dois feridos foram levados de helicóptero a dois diferentes hospitais.

Os policiais atiraram nos dois suspeitos, que ficaram feridos, após o primeiro homem ter sido morto, segundo Simon Letchford, da Scotland Yard, a polícia londrina.

“A polícia disparou contra dois homens que, acreditamos, por informações prévias, que portavam armas”, disse em entrevista no local.

“Algumas armas estariam sendo utilizadas no ataque, e isso inclui relatos de uma arma de fogo”, afirmou a polícia em comunicado.

A polícia se negou a confirmar se se tratava de um possível ato de terrorismo, como afirmaram as TVs Sky News e BBC.

Testemunhas afirmaram à agência britânica PA que o homem foi decapitado, mas a polícia se negou a confirmar.

Outras testemunhas afirmaram ter ouvido os agressores gritando “Alá Akbar!” (Alá é grande, em árabe).

A segurança foi reforçada na área imediatamente após o incidente. Helicópteros sobrevoavam o local e ruas próximas foram isoladas pela polícia.

Mais cedo, um professor de uma escola local disse à BBC que viu um corpo na rua e depois ouviu barulho de tiros. Fotos divulgadas em sites na Internet mostravam ao menos duas pessoas no chão que pareciam estar feridas, mas não havia mais detalhes de imediato.

“Achamos que o homem era um soldado. Não sabemos as circunstâncias do incidente”, disse o deputado Nick Raynsford, de Woolwich e Greenwich, depois de ter conversado com um policial no local. “A polícia precisou agir para deter esses indivíduos.”

Raynsford também informou que foram encontradas armas de fogo, facas e facões no local do incidente.

Reunião de emergência

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, que está em Paris, convocou uma reunião de emergência do comitê de segurança do governo após o incidente, disse nesta quarta-feira o gabinete do premiê.

O governo britânico convoca reuniões desse grupo, chamado Cobra, apenas para tratar de incidentes que têm implicações na área de segurança nacional.

“O primeiro-ministro diz que a morte em Woolwich é verdadeiramente chocante, e pediu ao secretário do Interior para presidir uma reunião do Cobra”, disse um funcionário do gabinete de Cameron à Reuters.

* Fonte / Vídeo:
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/05/homem-morre-em-tiroteio-no-sudeste-de-londres.html

Trio é preso suspeito de matar mulher em magia negra no RN

Terça-feira, 21 de Maio de 2013

G1 - 21/05/2013

Três homens foram presos na tarde desta terça-feira (21) suspeitos de participação na morte de uma mulher durante ritual de magia negra na zona Norte de Natal. A informação foi confirmada pelo titular da Delegacia de Capturas do Rio Grande do Norte(Decap), Ben-Hur Cirino de Medeiros. A vítima, a comerciante Edilma Dantas, 41 anos, estava desaparecida desde o dia 1º de abril.

O corpo de Edilma foi encontrado enterrado em uma casa no loteamento Jardim Progresso. No local, ainda segundo o delegado, funcionava um terreiro onde seriam realizados os rituais. O delegado Ben-Hur Cirino de Medeiros informou que antes de matar a mulher por asfixia, os suspeitos a embriagaram e a amarraram. Depois, ainda derramaram sangue de bode no corpo da vítima. Um dos suspeitos confessou o crime ao ser preso e apontou a participação de mais duas pessoas.

Ben-Hur disse que a vítima teria saído da casa da mãe, no bairro Nordeste, na zona Oeste da cidade, para se encontrar com um conhecido da família e depois não deu mais notícias. Em 3 de abril, o desaparecimento foi comunicado à Delegacia de Capturas, que desde então iniciou as investigações. “O irmão dela comunicou que a vítima foi levada por um conhecido até uma casa que funcionava como terreiro, com o objetivo de fazer um ‘trabalho’ para aproximar uma pessoa dela”, detalha Ben-Hur Cirino.

De acordo com o delegado, ao chegar na casa, os suspeitos deram bebida à vítima e a amarraram em seguida. “Então tiraram a roupa de Edilma, mataram o animal, jogaram o sangue por cima dela e a estrangularam até a morte”, conta o titular da Decap. O corpo foi enterrado no quintal da casa de um dos suspeitos.

Após a informação do desaparecimento, suspeito conhecido de Edilma foi intimado e prestou pelo menos quatro depoimentos na delegacia. “A partir de alguns detalhes descobrimos a participação dele no ritual em que mataram Edilma”, explica o delegado.

Um mandado de prisão temporária foi expedido e o suspeito foi detido. Além de confessar o crime, ele apontou a participação de outros dois homens. “O suspeito nos informou que o ‘bruxo’  queria uma mulher solteira e sem filhos para realizar o ritual. Edilma se encaixava no perfil”, explica Ben-Hur Cirino. O delegado pediu mais dois mandados de prisão temporária e de busca e apreensão.

Os outros dois suspeitos foram presos nesta terça-feira (21) antes de o corpo de Edilma ser encontrado e desenterrado pela polícia.

* Fonte:
http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/trio-e-preso-suspeito-de-matar-mulher-em-magia-negra-no-rn-diz-policia.html

Seita com 6 mil adeptos em Minas cai na mira da PF

Quinta-feira, 9 de Maio de 2013

Estadão - 28/04/2013

Uma seita que arrebanha integrantes na capital paulista para trabalhar sem salário em fazendas e indústrias no interior de Minas Gerais já reúne cerca de 6 mil pessoas. Para ser aceito no “mundo paralelo” do grupo Jesus A Verdade que Marca, é preciso, segundo a polícia e ex-integrantes, doar casa, carro e os demais bens para os líderes e obedecê-los cegamente. As regras incluem a proibição do marido dormir com a mulher, o confinamento em fazendas e alojamentos e o veto a TV e internet.

Durante a Operação Canaã, deflagrada pela Polícia Federal na terça-feira, dois líderes da seita - cujos nomes não foram revelados - acabaram presos por apropriação indébita ao serem flagrados com cartões do Bolsa-Família de integrantes do grupo. Para a PF, o discurso religioso é um atrativo para cooptar mão de obra escrava. “É um grupo extremamente fechado, que busca pessoas em situação vulnerável e as mantém nas propriedades com uma alta carga de doutrinação”, diz o delegado João Carlos Girotto.

O advogado do grupo, Leonardo Carvalho de Campos, argumenta que as fazendas nas cidades de Minduri, São Vicente de Minas, Madre de Deus e Andrelândia são apenas associações de agricultura comunitária (veja ao lado).

Depoimentos de ex-integrantes destoam do que ele diz. Um aposentado de 72 anos conta que o “pastor” Cícero Vicente de Araújo, líder da seita, o convenceu a doar tudo o que tinha porque “todas as estradas iam se fechar e colocariam chips na cabeça das pessoas”. “O pastor disse que só quem fosse para aquela região de Minas conseguiria viver bem.” Há três anos, o homem tenta reaver na Justiça os R$ 32 mil de um carro e parte do dinheiro de uma casa que vendeu para aderir à seita. Para manter os fiéis, o ex-adepto conta que os pastores afirmavam que as pessoas que saíssem seriam amaldiçoadas. “Eles diziam que os demônios destruiriam aqueles que saíssem e passavam uns filmes da inquisição.”

Carne. Apesar de todos se tratarem por irmã ou irmão, os ex-membros relatam disparidade de tratamento. “Eu passava as noites limpando tripa, cabeça e pé de boi para comermos. A carne ia para os líderes”, contou uma ex-adepta da seita, de 42 anos, que vendeu a casa e doou para o grupo. A vigilância é outra característica, diz ela. “Minhas duas filhas, de 20 e 22 anos, ficaram lá e há dois anos não as vejo.” Um médico do Programa de Saúde da Família conta que os integrantes não ficam desacompanhados nem durante as consultas.

A PF não localizou o pastor Araújo. A suspeita é de que ele esteja articulando a expansão da seita para a cidade de Ibotirama (BA). Publicamente, o grupo tenta se desvincular do caráter religioso e formou seis associações de agricultores. A polícia crê que as entidades, com fazendas arrendadas, sirvam como fachada para um esquema de lavagem de dinheiro, supressão de direitos trabalhistas e formação de quadrilha. Uma lista com nome dos eleitores fará a investigação verificar a possibilidade de manejo político. Dois vereadores da região são identificados com a seita. Ex-fiéis afirmam que Araújo os arrebanhou em igrejas na Lapa, zona oeste da capital, e Osasco. Os templos mudam constantemente de endereço. A PF averigua a existência de um novo na região da Sé.

* Fonte:
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,seita-com-6-mil-adeptos-em-minas-cai-na-mira-da-pf,1026279,0.htm