Arquivo de Maio de 2011

Jogo Mass Effect 3 terá opção de relacionamento gay

Segunda-feira, 16 de Maio de 2011

Portal Terra / Outer Space - 16/05/2011

mass effect 2

A BioWare está pronta para deixar todos os preconceitos de lado e dar um companheiro para o herói Shepard em Mass Effect 3. O novo episódio do RPG  espacial oferecerá ao jogador a opção de ter um relacionamento homossexual quando ele escolher a versão masculina do protagonista.

Casey Hudson, produtor executivo de Mass Effect, confirmou a decisão e deixou claro que o romance surgirá da mesma forma que acontece com os outros relacionamentos. Ou seja, tudo depende de como o jogador interage com os personagens do jogo.

A versão anterior, Mass Effect 2, permitia que a protagonista do sexo feminino tivesse encontros tanto com homens quanto com mulheres. A homossexualidade masculina era a opção que faltava.

A decisão é um tabu quebrado para Mass Effect e a maioria dos jogos, mas não deixa de ser um assunto recorrente quando se pensa na BioWare. Dragon Age, outro RPG da produtora, sempre teve liberdade sexual e permitia encontros e romances de qualquer orientação sexual.

No vídeo abaixo, uma das cenas de lesbianismo entre espécies em Mass Effect 2:

Fotos de cenas de lesbianismo em Mass Effect 2:

mass effect 2 lesbian scenes

mass effect 2 lesbian scenes

mass effect 2 lesbian scenes

mass effect 2 lesbian scenes

* Fonte:
OuterSpace.terra.com.br

* Outros links (vídeos):
http://www.gametrailers.com/user-movie/lesbian-love-from-mass-effect/141151

http://www.wat.tv/video/mass-effect-lesbian-love-with-2oobr_2exzl_.html

* Site oficial do game:
http://masseffect.bioware.com

A verdade sobre Bin Laden e o 11 de Setembro

Terça-feira, 10 de Maio de 2011

Por Antonio Calil, ao Tabernaculonet - 10/05/2011

Fake Bin Laden

A Paz do Senhor Jesus.

Os meios de comunicação têm dado grande repercussão à suposta morte de Bin Laden em 02 de maio último, cercada de mistérios e contradições.

Apesar dos desmedidos esforços da liderança norte-americana em confirmar a suposta façanha, não há como sustentar mais esta mentira, mesmo usando a mídia com a vergonhosa estratégia de que uma mentira repetida diversas vezes poderá ser acreditada como uma “verdade”.

O Senhor Jesus atribuiu a Satanás a paternidade sobre uma única coisa (Jo 8:44):

“Vós tendes por pai o diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.”

De qualquer forma, a disseminação de mentiras é um forte sinal do fim dos tempos, haja vista que o próprio Deus revela que enviaria, no final dos tempos, a operação do erro para que os que não cressem na Verdade cressem na mentira, como revela II Ts 2:11-12:

“E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça.”

Além disso, a Palavra de Deus revela que o homem espiritual discerne bem tudo, ao contrário do homem natural (I Co 2:14-15):

“Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido.”

Para que seja tirada toda e qualquer dúvida, estou encaminhando, para divulgação, diversos artigos através de links dispostos abaixo (bastando clicar sobre os links para acessá-los), no qual poderá ser verificada toda a verdade sobre a história de Bin Laden.

Os artigos possuem provas da época. As afirmações neles efetuadas possuem a indicação das fontes, algumas registradas no corpo do artigo em letras vermelhas e outras em azul. Se o leitor quiser ter acesso à notícia da época a que se refere o texto, basta clicar no nome (em vermelho, por exemplo) que, logo em seguida, aparecerá na tela a notícia veiculada na época. Por exemplo, no seguinte texto de um dos artigos está registrado:

A 17 de setembro de 2001, a emissora de TV Al Jazeera publicou uma notícia de Bin Laden, onde ele disse que ele nada tinha a ver com o 11 de setembro: “O governo dos EUA me culpa continuamente por cada um dos ataques. Eu gostaria de assegurar ao mundo, eu não planejei estes ataques, que parecem ter sido planejados por outras pessoas por motivos pessoais. Eu vivo no emirado islâmico Afeganistão e sigo as regras de seus governantes. Os governantes atuais não me permitem executar tal operação”. (CNN)

Basta clicar, então, em cima de CNN que aparecerá a notícia veiculada pela CNN em 17/09/2001, na qual Bin Laden afirma que não está por trás dos ataques às Torres Gêmeas. Veja:

Bin Laden says he wasn’t behind attacks
September 17, 2001 Posted: 11:21 AM EDT (1521 GMT)
DOHA, Qatar (CNN) — Islamic militant leader Osama bin Laden, the man the United States considers the prime suspect in last week’s terrorist attacks on New York and Washington, denied any role Sunday in the actions believed to have killed thousands.
In a statement issued to the Arabic satellite channel Al Jazeera, based in Qatar, bin Laden said, “The U.S. government has consistently blamed me for being behind every occasion its enemies attack it.
“I would like to assure the world that I did not plan the recent attacks, which seems to have been planned by people for personal reasons”, bin Laden’s statement said.
“I have been living in the Islamic emirate of Afghanistan and following its leaders’ rules. The current leader does not allow me to exercise such operations”, bin Laden said.

Para ter acesso à verdade, inclusive sobre a morte de Bin Laden, basta clicar no link a seguir:

http://www.inacreditavel.com.br/novo/mostrar_artigo.asp?id=517

Muito bem documentado também o artigo constante do link a seguir:

http://www.anovaordemmundial.com/2011/05/osama-bin-laden-e-pronunciado-morto.html

Se quiser ainda mais provas, leia os artigos registrados no link abaixo:

http://www.inacreditavel.com.br/novo/mostrar_artigo.asp?id=501

Uma curiosidade: no link abaixo, a apresentadora da BBC fala, em 11 de setembro de 2001, do desmoronamento do prédio WTC7 (um prédio próximo às Torres Gêmeas) 30 minutos antes de seu real desabamento!!!!!!!!!! Revelando que alguém já sabia da explosão deste prédio antes de serem detonados os explosivos:

http://www.inacreditavel.com.br/novo/mostrar_artigo.asp?id=488

Ora, a suposta morte de Bin Laden, nada mais é do mais uma estratégia envolvendo a técnica do “ataque de falsa bandeira”, largamente usada nos EUA no passado e no presente. O “ataque de falsa bandeira” é quando um governo ataca a si mesmo e faz parecer ter sido outro, de forma que possa levar adiante sua própria agenda, tais como iniciar uma guerra, ou implementar uma ditadura.

No passado, outros ataques de falsa bandeira foram utilizados para promover invasões, iniciar guerras e ganhar o apoio popular, como o plano da Operação Northwoods, que consistia em lançar ataques terroristas contra o próprio EUA e depois por a culpa em Cuba, mas que acabou não sendo posto em prática.

O incidente do golfo de Tonkin foi também utilizado como pretexto para iniciar a guerra do Vietnam, e mais tarde um documento secreto divulgado mostrou que foram os EUA que tinham atacado o Vietnam e que outros navios vietnamitas acusados de atacarem nem existiam.

E claro, o ataque de 11 de setembro, o maior ataque de falsa bandeira que já aconteceu, tendo como objetivo justificar a guerra contra o Iraque e o Afeganistão. Lembra-se da alegada existência de armas de destruição em massa no Iraque? Pois é, a agora inventada morte de Bin Laden no início de maio/2011 parece ter como propósito explicar mais um ataque de falsa bandeira em território americano, para justificar alguma operação que os EUA estejam preparando. Para que você entenda tudo isto, é importante acessar o link abaixo:

http://blog.antinovaordemmundial.com/2011/05/black-jack-a-morte-de-osama-e-o-proximo-ataque-nuclear-de-falsa-bandeira/

Caso o objetivo seja levar a cabo um ataque de falsa bandeira, o próximo passo consiste na ampla exploração pela mídia da suposta morte de Bin Laden, dando uma dimensão grande a um acontecimento fictício, com vistas a respaldar um futuro “ataque de falsa bandeira” que, por sua vez, ao ser utilizado para colocar a culpa em “inimigos” pré-selecionados, venha justificar um ataque dos EUA a esses “inimigos”.

Se desejar saber didaticamente sobre quem está por trás dos ataques às torres gêmeas, recomendo que veja a apresentação em PowerPoint clicando no link abaixo:

www.tabernaculonet.com.br/arquivos/a_farsa_do_11_de_setembro_de_2001.ppt

Em suma, como fartamente comprovado, a morte de Bin Laden se deu em 16 de dezembro de 2001, em um hospital no Paquistão, haja vista que estava muito enfermo e em tratamento naquele ano, inclusive tendo feito diálise no hospital americano em Dubai em julho de 2001 . Tudo noticiado e muito bem documentado.

Por fim, vale registrar que a divulgação com ousadia da Palavra Profética por diversos sites, blogs, e e-mails cristãos, alertando sobre o fim dos tempos e, enfim, sobre a acelerada aproximação do arrebatamento, desmascarando o poder das trevas em suas artimanhas e mentiras, nada mais é o do que o cumprimento da Palavra de Deus.

Ora, Jesus já havia profetizado a respeito à igreja em Filadélfia (Ap 3:7-8):

“Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras (eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, que ninguém pode fechar), que tens pouca força, entretanto guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome.”

A porta que Jesus abriu, para que seja pregado urgentemente o iminente arrebatamento seja por e-mails, seja por blogs ou sites, ninguém poderá fechar. E quem diz isto é aquele que é santo e VERDADEIRO (verso 7), o qual não concorda com a mentira.

Jesus também diz: “tens pouca força”. Em comparação com o poder de comunicação da mídia enganadora, a força de e-mails e blogs pode parecer pequena, mas quem garante a eficácia destes é o Leão da Tribo de Judá, que está no domínio de todas as coisas.

A seguir o texto revela (Ap 3:10):

“Porquanto guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para pôr à prova os que habitam sobre a terra.”

Ora, a ousadia vem sustentada no amor do Senhor, que garante uma porta aberta que ninguém pode fechar e, ainda assegura o arrebatamento, pois irá guardar os tais da Grande Tribulação que há de vir sobre o mundo inteiro.

Rumo ao encontro Daquele que é o Caminho, a VERDADE, e a Vida,

Esta é a oração de seu irmão em Cristo,

Antonio Calil

* Autor: Antonio Calil. Enviado via email ao Tabernaculonet.

Al-Qaeda afirma que vídeo de Bin Laden divulgado pelos EUA é falso

Terça-feira, 10 de Maio de 2011

AFP / Portal Terra - 10/05/2011

Video Bin Laden falso - fake

Um vídeo da Al-Qaeda disponibilizado na internet nesta terça-feira acusa o governo dos Estados Unidos de ter divulgado imagens falsas de Osama Bin Laden, nas quais ele aparece envelhecido e assistindo televisão. “É preciso ficar atento: os Estados Unidos mentem”, afirma o site Shumuj al-Islam, que divulga vídeos da Al-Qaeda.

“O vídeo é uma resposta ao vídeo difundido pelos meios de comunicação árabes e estrangeiros que mostra Osama Bin Laden assistindo televisão”,destaca o site.

O vídeo da Al-Qaeda destaca diferenças, em particular nas orelhas e olhos, entre Bin Laden e o homem que aparece nas imagens divulgadas pelos Estados Unidos.

Nas imagens difundidas após a morte em uma ação americana, Bin Laden aparece com uma barba branca. O governo americano informou que o comando que matou Bin Laden no dia 2 de maio apreendeu cinco vídeos e diversos documentos na residência de Abbottabad, Paquistão.

* Fonte:
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5120432-EI18158,00.html

* Em ligação com:
Bin Laden morreu em 2001 e 11 de Setembro foi uma farsa, diz ex-funcionário do alto escalão dos EUA

Ministro iraniano diz ter provas de que Bin Laden morreu por doença há muito tempo

Ministro iraniano diz ter provas de que Bin Laden morreu por doença há muito tempo

Segunda-feira, 9 de Maio de 2011

UOL / Agência EFE - 09/05/2011

O ministro iraniano de Inteligência, Heydar Moslehí, anunciou que seu país teria “informação fidedigna” de que o terrorista saudita Osama bin Laden teria morrido “há muito tempo por causa de uma doença”.

Em declarações divulgadas nesta segunda-feira (9) pela imprensa estatal, o chefe dos serviços secretos do Irã afirmou duvidar da operação norte-americana que teria matado Bin Laden, segundo a versão oficial apresentada pelos Estados Unidos, e desafiou Washington a mostrar o corpo do saudita.

A Casa Branca diz ter lançado o corpo de Bin Laden ao mar, após colher material para exame de DNA, e com direito às cerimônias religiosas correspondentes à tradição islâmica. O governo americano também diz ter fotos da operação, mas decidiu não tornar as imagens públicas.

“Temos informação fidedigna de que Bin Ladem morreu há muito tempo por causa de uma doença”, rebateu Moslehí em declarações à imprensa local, após a reunião dominical do Conselho de Ministro.

“Se os aparelhos de segurança e de inteligência de fato prenderam ou mataram Bin Laden, porque não mostram o cadáver? Por que o jogariam ao mar?”, questionou o iraniano.

A resposta, segundo Moslehí, o interesse de Washington seria “obscurecer o despertar islâmico na região”.

* Fonte:
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/05/09/ministro-iraniano-diz-ter-provas-de-que-bin-laden-morreu-por-doenca-ha-muito-tempo.jhtm

* Colaboração: J. F. (nome preservado), via email.

* Em ligação com:
Bin Laden morreu em 2001 e 11 de Setembro foi uma farsa, diz ex-funcionário do alto escalão dos EUA

Al-Qaeda afirma que vídeo de Bin Laden divulgado pelos EUA é falso

Bin Laden morreu em 2001 e 11 de Setembro foi uma farsa, diz ex-funcionário do alto escalão dos EUA

Segunda-feira, 9 de Maio de 2011

Blog Anti Nova Ordem Mundial / InfoWars - 07/05/2011

O ex-funcionário do alto escalão do governo dos EUA, Dr. Steve R. Pieczenik, um homem que trabalhou em diversas posições influentes durante a presidência de três presidentes diferentes dos EUA e ainda trabalha com o Departamento de Defesa americano, falou para o espanto de todos durante o The Alex Jones Show ontem que Osama Bin Laden morreu em 2001, e que estava preparado para depor diante de um júri o fato de que um general de alta posição lhe disse diretamente que o 11 de setembro foi um ataque de falsa bandeira provocado internamente.

Pieczenik não pode ser descartado como “teorista da conspiração”. Ele atuou como Assistente do Secretário Adjunto de Estado de três administrações diferentes, Nixon, Ford e Carter, além de trabalhar sob Reagan e Bush pai, e ainda trabalha como consultor para o Departamento de Defesa. Ex-capitão da Marinha dos EUA, Pieczenik recebeu dois prestigiados prêmios da Harry C. Solomon da Harvard Medical School por ter completado simultaneamente um doutorado no MIT.

Recrutado por Lawrence Eagleburger como vice-secretário assistente de Estado da Administração, Pieczenik passou a desenvolver “os princípios básicos para a guerra psicológica, combate ao terrorismo, estratégia e táticas de negociações trans-culturais para o Departamento de Estado dos EUA, militares e comunidades de inteligência e outras agências de Governo dos EUA”, ao mesmo tempo, desenvolvendo estratégias fundamentais para resgate de reféns, que foram posteriormente utilizados em todo o mundo.

Pieczenik serviu também como um planejador sênior da política com secretários Henry Kissinger, Cyrus Vance, George Schultz e James Baker e trabalhou na eleição de George W. Bush, na campanha contra Al Gore. Sua ficha ressalta o fato de que ele é um dos homens mais profundamente ligados aos círculos de inteligência dos últimos trinta e poucos anos.

O personagem de Jack Ryan, que aparece em muitos romances de Tom Clancy e também foi interpretado por Harrison Ford no popular filme de 1992 “Jogos Patriotas“  também é baseado em Steve Pieczenik.

Patriot Games
“Patriot Games” (no Brasil: “Jogos Patrióticos”): Filme baseado em Steve Pieczenik

Em abril de 2002, a mais de nove anos atrás, Pieczenik disse no programa Alex Jones Show que Bin Laden já tinha sido morto “há meses”, e que o governo estava esperando o momento politicamente mais oportuno paralançar o seu cadáver. Pieczenik estaria em posição para saber, tendo conhecido pessoalmente Bin Laden e trabalhado com ele durante a guerra por procuração contra os soviéticos no Afeganistão, nos anos 80.

Pieczenik disse que Osama Bin Laden morreu em 2001, “Não porque as forças especiais o mataram. Como médico, eu tomei conhecimento de que o médico da CIA tinha tratado ele, e constava na lista de inteligência que ele tinha síndrome de Marfan, e acrescentou ao dizer que o governo dos EUA sabia que Bin Laden estava morto antes de terem invadido o Afeganistão.

A síndrome de Marfan é uma doença degenerativa genética para a qual não há cura definitiva. Esta grave doença encurta o tempo de vida do doente.

“Ele morreu de síndrome de Marfan, Bush estava ciente disso, e a comunidade de inteligência também”, disse Pieczenik, observando que os médicos da CIA tinham visitado Bin Laden em Julho de 2001 no Hospital Americano em Dubai.

“Ele já estava muito doente com resultado da síndrome de Marfan e já estava morrendo, então ninguém tinha que matá-lo”, acrescentou Pieczenik, afirmando que Bin Laden morreu pouco depois de 11 de setembro em seu complexo de cavernas de Tora Bora.

“Será que a comunidade de inteligência ou o médico da CIA montaram esta situação, a resposta é sim, categoricamente, sim”, disse Pieczenik, referindo-se a alegação de domingo que Bin Laden foi morto em seu complexo, no Paquistão, acrescentando: “Todo este cenário onde você vê um bando de gente sentado lá olhando para a tela de TV e eles parecem como se estivessem vendo algo tão intenso, é um absurdo”, se referindo às imagens divulgadas pela Casa Branca que pretendem mostrar Biden (vice-presidente), Obama e Hillary Clinton (Secretária de Estado) assistindo a operação para matar Bin Laden ao vivo na tela da televisão.

“É um total invenção, um faz de conta, estamos no teatro americano do absurdo… Por que estamos fazendo isso de novo… há nove anos, este homem já estava morto… por que o governo tem que repetidamente mentir para o povo americano”, indagou Pieczenik.

“Osama Bin Laden estava totalmente morto, então não existe nenhuma maneira deles terem atacado ou confrontado ou matado Osama bin Laden”, disse Pieczenik, brincando que a única maneira que isso poderia ter acontecido seria se as forças especiais atacassem um necrotério.

Pieczenik disse que a decisão de lançar esta farsa agora foi feita porque Obama tinha chegado ao fundo com um mergulho nos índices de aprovação e também por causa do fato de que a questão da certidão de nascimento dele estava estourando na sua cara.

“Ele tinha que provar que era mais do que o americano… ele tinha que ser agressivo”, disse Pieczenik, acrescentando que a farsa foi também uma forma de isolar o Paquistão como uma retaliação à intensa oposição ao programa drone Predator (avião não pilotado), que já matou centenas de paquistaneses…

“Foi tudo orquestrado, quando você tem pessoas sentadas ao redor assistindo a uma comedia, basicamente o centro de operações da Casa Branca, e você tem um presidente que sai quase como um zumbi dizendo que acabaram de matar o Osama Bin Laden, que já estava morto há nove anos”, disse Pieczenik, chamando o episódio de, “a maior mentira que já ouvi, eu quero dizer que foi um absurdo”.

Descartando a versão do governo para o assassinato de Bin Laden como uma “piada doentia” em cima do povo americano, Pieczenik disse: “Eles estão tão desesperados para fazer Obama aparentar ser viável que negam o fato de que ele pode não ter nascido aqui (nos EUA), negam quaisquer dúvidas a respeito de seus antecedentes, as irregularidades sobre o seu passado, tudo para fazê-lo ter uma aparência mais assertiva… para re-eleger esse presidente e para que o público americano possa ser enganado novamente”.

A afirmação de Pieczenik de que Bin Laden morreu há quase dez anos é ecoado por numerosos profissionais de inteligência, assim como os chefes de Estado em todo o mundo.

Bin Laden “foi usado da mesma forma que os atentados de 11 de setembro foram usados para mobilizar as emoções e os sentimentos do povo americano para participarem de uma guerra que tinha que ser justificados através de uma narrativa que Bush júnior e Cheney inventaram sobre o mundo do terrorismo”, afirmou Pieczenik.

Durante sua entrevista no Alex Jones Show, ontem, Pieczenik também afirmou que ele foi diretamente informado por um general de destaque que o 11 de setembro foi uma operação clandestina de falsa bandeira, e acrescentou que está preparado para ir diante de um grande júri para revelar o nome deste general.

“Eles realizaram os ataques”, disse Pieczenik, nomeando Dick Cheney, Paul Wolfowitz, Stephen Hadley, Elliott Abrams, e Condoleezza Rice, entre outros, como tendo sido diretamente envolvidos.

“Eu ensinei técnicas de operações clandestinas e de falsa bandeira no National War College, eu ensinei isso a os meus agentes, então eu sabia exatamente o que estava sendo feito com público americano”, acrescentou.

Pieczenik reiterou que estava disposto a revelar em um tribunal federal o nome do general que lhe informou que o 11 de setembro foi um trabalho interno, “para que possamos desvendar isto de forma legal, e não de forma estúpida como foi a Comissão de 11 de setembro que foi um absurdo”.

Pieczenik explicou que ele não é um liberal, um conservador ou um membro do movimento “Tea Party”, mas apenas um americano que está profundamente preocupado com o rumo que seu país está tomando.

UPDATE 1:

Juntamente com os vídeos que alegam ser de Bin Laden serem divulgados por toda a mídia, Steve Pieczenik começou a despontar na mídia corporativa. Vejam o que reportaram no Examiner:

Nos EUA, ex-subsecretário adjunto do Ministério das Relações Exteriores em três administrações diferentes, o Dr. Steve R. Pieczenik afirmou a sua disponibilidade, em 3 de maio numa entrevista no programa Alex Jones Show, para se apresentar diante de um júri e revelar o nome de um general que, pessoalmente, disse-lhe que 11 de setembro foi um falso ataque.

A grande parte destes artigos sobre Pieczenik apresenta um tom derrogatório, como o do Washington Post, que reportou que “Relatório da morte de Bin Laden incita questões dos teóricos da conspiração”, ou de um blog na Forbes dizendo que “Osama Bin Laden já está se tornando a Nova Roswell”, ou ainda este do Bay Area, onde o colunista diz “A morte de Bin Laden dá à luz a mais recente teoria da conspiração”. Neste último, o escritor parece mais atacar os “Teoristas da Conspiração”, do que tentar defender a história oficial. Típico.

Examiner: Vídeo de Bin Laden divulgado pelos EUA; Pieczenik chama de falso – National Foreign Policy

E abaixo a foto que Pieczenik se refere na matéria acima:

wh_reaction_wwwtabernaculonetcombr.jpg

UPDATE 2:

Ministro iraniano diz ter provas de que Bin Laden morreu por doença há muito tempo

* Fontes do artigo traduzido:
http://guerradassementes.com.br/2011/05/bin-laden-morreu-em-2001-911-foi-uma.html (primeira tradução)

http://blog.antinovaordemmundial.com/2011/05/bin-laden-morreu-em-2001-11-de-setembro-foi-uma-farsa-diz-ex-funcionario-do-alto-escalao-dos-eua/ (revisão e correções)

* Fonte original:
http://www.infowars.com/top-us-government-insider-bin-laden-died-in-2001-911-a-false-flag/

* Entrevista de Steve Pieczenik no programa Alex Jones em 2002:
http://www.prisonplanet.com/jones_report_042402_pieczenik.html

* Colaboração: J. F. (nome preservado), via email.

* Em ligação com:
Ministro iraniano diz ter provas de que Bin Laden morreu por doença há muito tempo

Al-Qaeda afirma que vídeo de Bin Laden divulgado pelos EUA é falso

Departamento Central do Tempo chinês critica previsão de terremoto em Taiwan

Sexta-feira, 6 de Maio de 2011

The China Post - 28/04/2011

Chefe do Departamento Central do Tempo (Central Weather Bureau, ou CWB) Shin Tzay-chyn recentemente refutou uma “profecia” apocalíptica que afirma que Taiwan sofrerá um enorme terremoto em 11 de maio que poderia medir 14 graus na escala Richter.

Shin disse que a predição não tem base científica e é irresponsável na forma como pode causar agitação na sociedade. Shin pediu ao povo para não acreditar em tal afirmação.

O comentário de Shin veio depois de um artigo postado pelos seguidores de um mestre do feng shui de sobrenome Wang, que disse que um super terremoto irá atingir Taiwan exatamente às 10:42:37 da manhã (horário local) do dia 11 de maio, matando mais de 1 milhão de pessoas.

O jornal chinês Liberty Times citou vários seguidores de Wang dizendo que compraram mais de 200 contêineres na cidade portuária de Puli que seriam usados como abrigos contra os supostos desastres naturais (ver foto abaixo).

No entanto Shin, chefe do CWB, disse que por enquanto não exitem evidências científicas que apóiem a afirmação de Wang, já que dados meteorológicos não tem mostrado anormalidades.

Chen Cheng-hung, professor do Departamento de Geociências da Universidade Nacional de Taiwan, disse que nenhum terremoto de magnitude 14 ou 15 foi registrado na história moderna. Segundo Chen, o maior terremoto registrado foi de magnitude 9,5 e aconteceu no Chile em 1960.

“Existem milhares de astrônomos em torno do mundo. Eles não estariam alertando Taiwan caso tivessem encontrado evidências que apoiam a previsão de Wang?”, disse Chen.

Outro mestre de feng shui entrevistado na cidade portuária de Puli (foto abaixo, em primeiro plano) disse que a profecia apocalíptica é “ridícula”.

feng_shui_master_doomsday_prophecy_11_may_wwwtabernaculonetcombr.jpg
Na foto, ao fundo, podem ser vistos os contêineres comprados na cidade portuária de Puli.

* Fonte:
http://www.chinapost.com.tw/taiwan/national/national-news/2011/04/28/300340/CWB-refutes.htm

* Em ligação com:
Vidente gera pavor em Taiwan ao prever terremoto de 14 graus

Vidente gera pavor em Taiwan ao prever terremoto de 14 graus

Sexta-feira, 6 de Maio de 2011

Portal Terra - 06/05/2011

duvida

O autoproclamado profeta “mestre Wang” assegurou que um terremoto de 14 graus, com um posterior tsunami com ondas de 170 m, sacudirá Taiwan em 11 de maio, o que gerou pavor entre a população e levou a um suicídio, informou a polícia nesta sexta-feira.

Ao saber da previsão, um taiuanês de 70 anos que sofria de depressão crônica se jogou do quinto andar de um prédio em Taipé e morreu, segundo o diário Lianhe Bao.

Além disso, promotores taiuaneses iniciaram uma investigação sobre as profecias apocalípticas de Wang, que incutiram o temor em muitas pessoas e levaram à compra de refúgios situados nas regiões montanhosas da ilha.

Em Puli, aldeia localizada nas montanhas centrais, estão sendo construídos cerca de 100 refúgios, que posteriormente são vendidos a preços elevados, o que despertou suspeitas policiais de fraude ou de enriquecimento ilícito com relação às previsões.

Segundo o “profeta”, a catástrofe derrubará emblemáticos monumentos da ilha, como a Torre Taipé 101, um dos arranha-céus mais altos do mundo, e o Palácio Presidencial.

* Fonte:
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5114337-EI8143,00.html

* Em ligação com:
Departamento Central do Tempo chinês critica previsão de terremoto em Taiwan

A quem interessa a morte de Bin Laden?

Quinta-feira, 5 de Maio de 2011

Portas Abertas - 02/05/2011

Nesta segunda-feira 2 de maio de 2011 todos os noticiários do mundo anunciam a morte do terrorista saudita Osama Bin Laden. Após assumir a autoria nos atentados às torres gêmeas em setembro de 2001, Bin Laden passou a ser incansavelmente procurado pelos EUA e seus parceiros políticos. De fato essa é uma notícia muito animadora para aqueles que são contra qualquer tipo de terrorismo, mas algumas perguntas devem ser feitas diante da suposta morte do líder da Al Qaeda: A quem interessa a morte de Bin Laden? Qual é o impacto de uma noticia de tal porte para a política e economia norte-americana e mundial?

Todos nós sabemos da baixa popularidade de Barack Obama (há pouco mais de um ano das eleições presidenciais), a péssima imagem dos EUA no mundo árabe e a alta no preço do petróleo gerada pela instabilidade política nos países árabes. São fatores preocupantes para quem aspira ocupar por mais quatro anos a cadeira de presidente dos EUA.

Obama assumiu o poder em 2009 com a responsabilidade de corrigir erros cometidos por seu antecessor Jorge W. Bush, recuperar a economia do país e dar continuidade à política antiterrorista adotada pelo governo americano desde 2001. Destes, apenas o segundo objetivo foi até certo ponto alcançado.

Uma coisa é fato: após o anúncio da suposta morte de Bin Laden as bolsas econômicas tiveram um aumento súbito, o preço do petróleo caiu drasticamente e a possibilidade de novos investimentos serem feitos nos EUA aumentaram, já que o medo de novos ataques era um fator que dificultava novos investimentos no país.

Muitos devem se perguntar: será mesmo que Bin Laden está morto? No entanto, o que devemos observar é: até que ponto essa ocorrência coincidentemente estratégica  favorecerá um dado partido político e uma certa elite econômica?

Fim do terrorismo?

Ao contrário do que muitos pensam a morte de Bin Laden não significa o fim do terrorismo, não era o Osama que  sustentava a Al Qaeda, mas a guerra contra aquilo que eles consideram o “grande satã”, os Estados Unidos da América, considerados culpados por todos os males causados ao mundo árabe.

Nem é preciso esperar para saber se Osama de fato está morto, mas o fato é que a notícia já está trazendo grandes benefícios aos nossos vizinhos do norte.

O que tudo isso tem a ver com a Igreja Perseguida?

Desde que os EUA enviaram suas tropas para Afeganistão, Iraque e áreas do Paquistão com o propósito de combater o terrorismo e capturar Osama Bin Laden, a pressão sobre os cristãos destes países aumentou drasticamente.

O Afeganistão em 2001 era o 3º na lista de Classificação por Perseguição da Portas Abertas, e esperava-se que com a chegada dos americanos a situação da igreja melhorasse, mas hoje o país continua em terceiro e sua posição pouco oscilou nos últimos 10 anos.

O Iraque era em 2001 o 35º país na lista e pulou para 8º em 2011, o que demonstra que de fato a situação da igreja iraquiana piorou bastante desde a invasão norte-americana, principalmente nas cidades de Bagdá e Mosul onde os atentados contra igrejas e casas de cristãos são constantes.

Já o Paquistão em dez anos pulou de 18ª para 11ª posição. Muitos cristãos influentes na política paquistanesa perderam suas vidas ao lutarem por leis mais justas para os cristãos e outras minorias, um exemplo disso é o ex-ministro paquistanês Shahbaz Bhatti assassinado pelo Talibã no inicio do ano.

Todos nós sabemos que os interesses dos EUA nestes países vão além da luta contra o terror, são interesses estratégicos, políticos, militares e econômicos na região, tanto que dois dos três países citados acima (Iraque e Afeganistão) têm presidentes indicados pelos EUA e o terceiro (Paquistão) é parceiro político-militar dos EUA há alguns anos.

Assim como as investidas militares dos EUA em nada melhoraram a situação da Igreja nestes países ou diminuiu o terrorismo, tampouco a suposta morte de Bin Laden o fará.

Pedidos de oração

- Ore pela Igreja no Iêmen, Afeganistão e Paquistão, pois os sucessores do Talibã e líderes de outros grupos terroristas atuantes nesses países já manifestaram publicamente que irão se vingar e os cristãos desses países são os primeiros a sofrer com as consequências dessas ameaças.

- Peça a Deus que impeça a retaliação desses grupos nos países ocidentais e que Deus proteja inocentes de serem mortos pelos ataques terroristas desses grupos.

- Interceda pela vida de milhares de jovens muçulmanos que são treinados para serem homens-bomba e que são usados em momentos como esse. Eles são induzidos a fazerem os ataques e apenas seguem as ordens. Peça a Deus que tenha misericórdia dessas vidas e alcance esses perdidos com sua graça e salvação.

Marcelo Peixoto

Historiador da Portas Abertas Brasil

* Fonte:
http://www.portasabertas.org.br/artigos/artigo.asp?ID=7065

A nova certidão de nascimento de Barack Obama é falsa

Quinta-feira, 5 de Maio de 2011

Blog Nadando Contra a Maré Vermelha - 28/04/2011

De acordo com o site InfoWars, o certificado que Obama apresentou ontem é uma falsificação grosseira…

Resolvi provar por conta própria.

1) Vá para o site da presidência americana

Lá tem o tal “long form birth certificate” com um link para download do documento em pdf.

http://www.whitehouse.gov/blog/2011/04/27/president-obamas-long-form-birth-certificate?utm_source=wh.gov&utm_medium=shorturl&utm_campaign=shorturl

Link para o PDF:
http://whitehouse.gov/sites/default/files/rss_viewer/birth-certificate-long-form.pdf

2) Salve o pdf no seu computador

3) Abra o pdf usando o libreoffice (openoffice)

Para provar que a fraude é mesmo de nível jardim da infância, vou usar um programa comum para abrir o pdf, nada de photoshop, ou outra ferramenta para “experts”.

Vou usar o libreoffice (antigo openoffice).

Selecionar a ferramenta de desenho

4) No aplicativo de desenho, abra o arquivo pdf anteriormente salvo

5) Veja o arquivo pdf aberto

Ao abrir o pdf, percebemos que o documento se divide , automaticamente em quase uma dezena de camadas em separado.

Nunca um documento real, impresso revelaria as “camadas” desta fabricação grosseira.

É um arquivo gerado por computador pretendendo ser um documento real “batido à máquina” em 1961…

É tão irreal ver um documento “oficial” dividir-se num punhado de elementos diferentes (camadas) que se pode manipular livremente. Pode-se ver o fundo (verde) e o texto (em negro) separados… Isto prova que de fato, é um arquivo gerado por computador.

Pode-se até “brincar” com o certificado…

Faça o seu certificado do Obama!

UPDATE!!!

Recebi de um amigo que é arte-finalista uma prova final de que o documento é falso.

“Acabei de fazer o download do arquivo e o abri no Adobe Illustrator. Eu fiz o teste e coloco aqui minhas conclusões. É um pouco longo, mas acho que vale a pena.

No Photoshop, que o blog cita, é impossível ver as camadas. Mas o AI, como edita PDFs, reconhece uma camada, mas dividida em dezenas de sublayers (”subcamadas”), cada uma com um ou um punhado de objetos. Isso já é mais do que o suficiente para provar que não é uma imagem única, digitalizada.

Mas vamos supor que, na geração do PDF, a imagem tenha sido “fatiada”, o que é possível acontecer. Esse seria um argumento dos crentes. Bom, caso fosse uma imagem digitalizada e fatiada na saída, os diversos “pedaços” (fatias) da imagem não teriam profundidade alguma. Seriam diversos objetos em um mesmo nível, lado a lado. Nesse PDF, há imagens sobre imagens: há profundidade e não existe o “fatiamento”. Ponto.

Aprofundando um pouco mais, e ignorando as provas acima (a profundidade e as diversas sublayers não são evidências, mas provas), esse PDF poderia ser feito de duas maneiras, caso fosse real:

- A certidão oficial foi fotocopiada no formulário verde, e depois digitalizada. Neste caso, a fotocopiadora transmitiria ao papel timbrado a impressão da certidão, usando o tonner. Abram o PDF e aproximem bem ao redor dos textos. Notaram algo diferente? Há brilho ao redor de todos os objetos em preto. Como não há tonner branco e não existe fotocopiadora com borracha, esse brilho é uma impossibilidade completa.

- A certidão oficial foi digitalizada, e sobreposta ao fundo, que seria uma folha timbrada também digitalizada, eletronicamente. Nesse caso, tanto o fundo quanto a certidão seriam importadas em um editor, e após isso, exportadas como um PDF. Mas há um problema aí. A certidão, se digitalizada, teria o fundo em branco. Quando importada e posta em cima do papel timbrado, veríamos seu fundo. Mas esse fundo não aparece. Aí, há duas possibilidades:

- Definir a opacidade da certidão como “multiply”. Com as cores multiplicadas, tudo que é branco some, inclusive o brilho. Impossível então. Isso leva à segunda possibilidade.

- Editar a imagem, removendo o fundo branco (ou apagá-lo, ou vetorizá-la ou salvar como um PNG ou GIF com fundo transparente). Isso explicaria a possibilidade de colocar o brilho (”outglow”). Só que, aí, temos comprovada a edição da imagem.

Eis, ponto por ponto, o porquê do documento ser falso,”

Att.
Daniel Wachholz, que é arte-finalista.

* Fonte / Ver artigo com imagens:
http://la3.blogspot.com/2011/04/como-provar-que-o-long-form-certificate.html