Estadão: Veja alguns jogos mais violentos e como saber a classificação

Estadão.com.br - 24/03/2009

SÃO PAULO - Apesar de serem proibidos para menores de 18 anos, jogos violentos são muito populares entre fãs de games - seja na internet ou em consoles. A proibição, no lugar de inibir, muitas vezes incentiva e gera curiosidade em torno dos jogos. Na internet, é possível saber qual a classificação indicativa de jogos e quais são recomendados para cada idade em sites como o Entertainment Sowftware Rating Board e o Ask About Games (ambos em inglês). Confira a lista de jogos polêmicos e qual o objetivo em cada deles:

GTA (Grand Theft Auto) - Apesar de não ser recomendado para menores de 18 anos, é possível baixá-lo fazendo um pequeno cadastro na internet. Criado em 1997, o jogo inovou ao permitir que o jogador fizesse o que bem entendesse. O objetivo é cumprir missões, misturando elementos de ação, estratégia, aventura e corrida. Existe em várias versões, divididas em quatro “eras”.

O elemento mais inusitado do jogo era o roubo de carros. Qualquer veículo da cidade podia ser arrombado e dirigido. A consequência: além de alertar a polícia, as ações do jogador podiam atrair a atenção de outros bandidos, criando situações de conflito e caos nunca vistas até então.

O jogador decide o rumo da história de acordo com sua vontade. Cada escolha tem uma consequência. Não existem pontos por mortes ou atropelamentos. Na verdade, existe dinheiro, como na vida real, e coisas a serem feitas para ganhá-lo. Como você as faz depende inteiramente da sua cabeça.

Você opta, por exemplo, em matar ou não um chefão do crime. Se o matar, acaba ganhando respeito nas ruas, enriquece e se muda para um casarão com mulheres, armas e coisas caras. Mas tem sempre alguém querendo cortar seu pescoço e a polícia não o deixa em paz.

Resident Evil - Polêmica série de horror em que um vírus transforma as pessoas em zumbis, criaturas semivivas devoradoras de carne. Animais, mulheres e crianças sofrem hediondas mutações e precisam ser abatidos a tiros e até a facadas.

Carmageddon - o objetivo do jogo é atropelar o maior número de pedestres. Na Inglaterra, foi proibido em 1997 pelo Conselho Britânico de Classificação Cinematográfica.

Manhunt - nele, o jogador sai de um manicômio e precisa matar os responsáveis por sua internação. Dá mais pontos aos jogadores que infligirem a morte mais terrível às vítimas.

Duke Nukem 3D - a sociedade foi transformada. Policiais viraram porcos selvagens humanoides e alienígenas dominaram o planeta. Duke, um cafajeste que gosta de bebida, jogos e strippers, sai matando os inimigos da humanidade e, de quebra, paquerando mulheres bonitas.

Doom - O jogador enfrenta a bala uma invasão de demônios sanguinários que invadiram nossa dimensão

Bully - Um jovem de família problemática tenta sobreviver a uma estadia em um colégio interno, driblando os mais fortes e usando a inteligência (ou os punhos) para se dar bem. A polêmica ficou por conta dos beijos que se pode dar em meninos e meninas.

Counter-Strike - forma-se um esquadrão de terroristas ou contra-terroristas e o jogador precisa usar tática militar para vencer os oponentes.

Postal - Politicamente incorreto, o jogo explora os maiores tabus sociais americanos. Minorias raciais, sexuais e até animais sofrem na mão do protagonista. Em uma passagem particularmente horrenda, um gato é usado como silenciador de um arma.

7 sins - jogo de pornografia leve. No fundo, é apenas um jogo tolo que apela ao sexo para vender.

Hitman - um assassino profissional trilha um caminho sem volta, banhando em sangue, algumas vezes inocente.

* Fonte:
http://www.estadao.com.br/noticias/(…)

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA