Chineses pedem mais uma vez criação de moeda para substituir o dólar

06/08/2011 - G1

O ministro do Comércio da China, Cheng Deming, disse nesta segunda-feira (16/05/2011) que a proposta de substituição do dólar por uma cesta de moedas como divisa internacional usada nas transações comerciais só deve ser analisada a longo prazo.

A necessidade de imediata discussão da idéia foi colocada em pauta pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, durante reunião da 2ª Subcomissão Econômica Brasil-China, que acontece em Brasília.

De acordo com Pimentel, a manutenção do padrão cambial, que utiliza o dólar, “não se justifica.” Ele apontou que o Brasil, assim como outros países emergentes, sofrem com a desvalorização do dólar, que prejudica as exportações.

Deming afirmou que sua delegação não se preparou para discutir o tema durante a reunião. Entretanto, apontou que se trata de uma proposta para implementação “a longo prazo” e prometeu que o governo chinês vai analisá-la.

“Vou deixar a discussão a cargo dos ministérios da Fazenda e Bancos Centrais de ambos os países”, disse.

Imprensa chinesa critica EUA após rebaixamento de nota da dívida

A imprensa estatal da China criticou os Estados Unidos neste sábado (6), depois que agência de classificação de riscos Standard & Poor’s (S&P) rebaixou a nota da dívida americana de “AAA” para “AA+”, pela primeira vez na história.

Em um texto opinativo, a agência de notícias Xinhua afirmou que a China “tem todo o direito de exigir que os Estados Unidos lidem com o seu problema estrutural de dívida e garantam a segurança dos ativos da China”. O país é o maior detentor mundial de papéis da dívida americana.

O texto da Xinhua também afirma que passou a época em que os Estados Unidos conseguiam tomar empréstimos para se livrar de problemas causados pelos próprios americanos, e sugeriu que uma nova moeda internacional pode surgir para substituir o dólar.

“Supervisão internacional sobre a questão dos dólares americanos deveria ser introduzida e uma nova moeda de reserva global, estável e segura, também pode ser uma opção para evitar uma catástrofe provocada por qualquer país individualmente.”

A reação em outros países foi de cautela. Autoridades no Japão, Coreia do Sul e Austrália pediram calma aos investidores.

Avaliação errada

Nos Estados Unidos, um porta-voz do Departamento do Tesouro assegurou que “um julgamento errado por um erro de US$ 2 trilhões fala por si só”. No entanto, ele não explicou qual teria sido o erro da S&P.

O diretor do comitê de classificações de risco de dívidas soberanas da S&P, John Chambers, disse que o governo americano poderia ter evitado o rebaixamento da dívida caso tivesse agido antes.

“A primeira coisa que poderia ter se feito é aumentar o teto da dívida de forma imediata, para que todo esse debate fosse evitado desde o começo”, disse ele à rede de televisão CNN.

A S&P afirmou que ainda pode rebaixar a avaliação da dívida americana em mais um ponto, para AA, nos próximos dois anos, caso as medidas de redução dos gastos públicos se provem insuficientes.

* Fontes:
http://g1.globo.com/economia/noticia/2011/05/trocar-dolar-por-cesta-de-moedas-e-para-longo-prazo-diz-ministro-chines.html

http://g1.globo.com/economia/noticia/2011/08/imprensa-chinesa-critica-eua-apos-rebaixamento-de-nota-da-divida.html

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA