A verdadeira história do termo “Rá-tim-bum”

Fapesp (USP) - Agosto de 2004
Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa

Alguns emails tem circulado pela Internet trazendo informações confusas sobre o significado da palavra “Ratimbum” (ou “Rá-tim-bum”), dizendo que significa “eu amaldiçôo você”. Não trazem qualquer citação sobre as fontes das informações. Veja abaixo as informações corretas vindas de duas fontes diferentes:

O bordão “é pique, é pique, é hora, é hora, é hora, rá-tim-bum”, incorporado no Brasil ao Parabéns a você, é uma colagem de bordões dos pândegos estudantes das Arcadas da década de 1930.

“É pique, é pique” era uma saudação ao estudante Ubirajara Martins, conhecido como “pic-pic” porque vivia com uma tesourinha aparando a barba e o bigode pontiagudo.

“É hora, é hora” era um grito de guerra de botequim. Nos bares, os estudantes eram obrigados a aguardar meia hora por uma nova rodada de cerveja – era o tempo necessário para a bebida refrigerar em barras de gelo. Quando dava o tempo, eles gritavam: “É meia hora, é hora, é hora, é hora”.

“Rá-tim-bum” (ou “Ratimbum”), por incrível que pareça, refere-se a um rajá indiano chamado Timbum, ou coisa parecida, que visitou a faculdade – e cativou os estudantes com a sonoridade de seu nome.

O amontoado de bordões ecoava nas mesas do restaurante Ponto Chic, com um formato um pouco diferente do que se conhece hoje: “Pic-pic, pic-pic; meia hora, é hora, é hora, é hora; rá, já, tim, bum”.

Como isso foi parar no Parabéns a você? “Os estudantes costumavam ser convidados a animar e prestigiar festas de aniversário. E desfiavam seus hinos”, conta o atual diretor da faculdade, Eduardo Marchi, de 44 anos, que relembrou a curiosidade em seu discurso de posse, dois anos atrás.

* Fonte: Jornal Pesquisa FAPESP, da USP, número 102, de Agosto de 2004 (retirado do Suplemento USP 70 Anos).

* Link:
http://www.revistapesquisa.fapesp.br/Suplemento_USP_70_anos.pdf

A palavra RATIMBUM é uma onomatopéia, é a imitação de um som. Neste caso o som emitido por uma bandinha de circo ou uma fanfarra quando quer chamar a atenção sobre uma finalização de uma apresentação. A caixa faz “TARARÁ!”, os pratos fazem “TIM!”, e o bumbo faz “BUM!” - ”TARARÁ TIM BUM”. Para tornar a palavra mais curta e fácil de falar elipsaram o “TARÁ” e ficou só o “RÁ”: “RÁ-TIM-BUM”, com três sílabas de bom efeito sonoro.

* Fonte: Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa.

* Comentários: Não é porque as duas fontes trazem informações diferentes que uma delas está errada. Na verdade é comum acontecer no Português ou em qualquer idioma uma palavra surgir em épocas e locais diferentes, com significados diferentes. O que é certo é que, segundo as fontes consultadas, o termo “Rá-Tim-Bum” não é visto em nenhuma outra cultura, fora a brasileira. Eu pessoalmente, antes mesmo de pesquisar, sempre achei que este termo fosse mesmo uma referência ao clássico som da fanfarra. Uma fonte confirmou isso e a outra trouxe uma outra origem. Nenhuma das duas faz qualquer referência ao verbo ”amaldiçoar”.

* Colaboração: S. F. (nome preservado), via email. Agradeço a colaboração!

Temos 10 Comentários sobre o artigo “A verdadeira história do termo “Rá-tim-bum””

Observação: Os comentários não expressam necessariamente a opinião do Tabernaculonet. A responsabilidade é do autor de cada comentário.

  1. rita diz:

    que bom,que isso não é nada de ruim,pois uma irmã havia me dito que “ratimbum”era o nome de um demônio,e eu ja estava desistindo de fazer o aniversário da minha filha de 5 anos

  2. José Ailton Leite diz:

    o povo evangélico precisam pesquisar sobre ás coisas pois muitas coisas como este termo ra ti bum é colocado como coisa demoniaca e isso como acabei de ver não tem nada de ruim.

  3. Josue dos Santos diz:

    EU SEMPRE ACREDITEI QUE FOSSE UMA PALAVRA MALIGNA,GRAÇAS A DEUS QUE NÃO E NÉ?QUE BOM! GOSTARIA DE OUVIR A OPINIÃO DE VOCÊS SOBRE WALT DISNEY,NÃO CONSIGO DEIXAR DE GOSTAR.A MAGIA DISNEY E SATANICA?

  4. Tabernaculonet diz:

    @Josue dos Santos: Olá. Sobre a Disney, leia os artigos abaixo e tire suas próprias conclusões.

    http://www.tabernaculonet.com.br/luz.php?facho=m0032

    http://www.tabernaculonet.com.br/luz.php?facho=t00096

    http://www.tabernaculonet.com.br/blog/?p=78

    Deus te abençoe.
    - Gustavo Guerrear

  5. Daniel diz:

    Existem muitos site postando esse significado com amaldiçoar, mas a dúvida é se alguém já leu ou conhece algum livro de magia dos persas ou dos druidas celtas já que estão dizendo que essa é uma possível origem? Se existe post o link ou o trecho.

  6. Abigail Prado de Souza diz:

    Por via das dúvidas, nós mudamos o ra tim bum quando comemoramos o nossos aniversários. Ficou assim:
    É benção, é benção, é benção muita benção
    Eu oro, eu oro, eu oro eu oro eu oro
    Por…vo…cê.
    Assim não corremos o risco de errar, na incerteza.

  7. Leo Rangel diz:

    O pessoal repete o quer ouve sem pesquisar. Eu sempre desconfio de tudo e todos e sempre pesquiso, mesmo que seja um professor universitário eu não confio, e sempre descobri erros, uns professores me amavam e muitos me odiavam por causa disso, mas esse é meu eu, fazer o que né?

  8. Leonardo diz:

    Eu acho uma palavra normal,ñ acredito q sejá algum tipo de maldição ao dizer ratibum.

  9. emerson diz:

    Eu é que não duvido. Essa explicação contraria pode ser do inimigo, para que as pessoas acreditem que essa palavra não é diabólica.

  10. Michelâgelo diz:

    Muito mal explicado isso que vocêis escreveram aí

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA