Cobertura da mídia alternativa força o governo a mudar o “script” original da False-Flag

InfoWars.com - 18/04/2013

script_news_boston.jpg

O governo e seus meios de comunicação estão recuando após a nossa cobertura no “atendado” da Maratona de Boston realizada na segunda-feira.

Eles não são mais capazes de manter a história oficial ou “script” de que um branco extremista de direita foi preso, os autores ligados ao governo neste “false-flag” são agora obrigados a mudar o plano original e formular um cenário alternativo.

A mochila preta carregada por um homem branco, retratada nas fotos que postamos ontem - (um bode expiatório que teria sido apontado como um extremista de direita anti-governo responsável pela carnificina) - não pode agora ser usado para dar seguimento na narrativa do governo.

Na sequência de nossa cobertura e com a postagem das fotos tiradas por anônimos junto a uma extensa base de dados, o governo decidiu mudar a sua “reportagem” de primeira página.

Isso explica uma inversão súbita de script, após uma enxurrada de afirmações da imprensa na quarta-feira, afirmando que agentes federais fizeram uma prisão, mas depois tiveram que recuar e dizer que não houve prisão alguma.

A mudança também explica a razão de um “código vermelho” conveniente, de ameaça a bomba no tribunal federal e também do Hospital Brigham and Women, onde várias vítimas estavam sendo tratadas.

A falsa ameaça a bomba serviu para distrair de forma eficaz, os meios de comunicação, após as informações se tornarem públicas, afirmando que o indivíduo do sexo masculino, alegadamente levado em custódia, tinha entregue os explosivos.

Agora dizem-nos os policiais que estão à procura de dois homens que podem ser do Oriente Médio. Na quarta-feira, mostramos ao público as mesmas imagens dos dois homens, e posteriormente, publicadas esta manhã no New York Post e outros sites de mídia corporativa.

O governo declarou oficialmente que está procurando os dois indivíduos, após a chefe do DHS, Janet Napolitano, que perante o Comitê de Segurança Interna da Câmara, disse: “Eu não os caracterizo como “suspeitos” sob um termo técnico. Mas precisamos da ajuda do público para encontrar essas pessoas”.

A declaração de Napolitano ao Comitê de Segurança Interna da Câmara “inaugurou” o Plano B após a nossa cobertura contundente que levou ao descrédito do Plano A.

Nossa cobertura em profundidade, mostrou o esforço para demonizar constitucionalistas e patriotas, retratando-os como assassinos cruéis que ameaçam mulheres e crianças. (Plano “A” que seria o suspeito “preso”)

O governo tem agora novas “pessoas na mira” - alvos alternativos - e ordenou a mídia corporativa para ignorar o plano de bode expiatório. Ele também emitiu instruções que os suspeitos de operações especiais militares ou “mercenários” de segurança privada , fotografados passeando após o ataque, devem ser ignorados. (Vamos ver se vai sair alguma nota deles na mida globalista)

O plano de contingência será agora que os autores são árabes, possivelmente al-Qaeda ou algum outro grupo sombrio.

A má qualidade do “encobrimento” do false-flag orquestrado em Boston, revela não só a arrogância e prepotência por parte do governo, mas também demonstra como inepta e desastrada é a mídia corporativa.

Para “Eles” a mídia pode não ser mais tão confiável para operar como uma ferramenta de propaganda eficaz, especialmente agora que uma mídia alternativa baseados em internet tem assumido o papel do noticiário.

Nós precisamos colocar pressão implacável sobre o “stabelisment” da mídia, estabelecimento e exigindo que cubram a história real por trás dos culpados deste ato covarde.

Provas irrefutáveis de que o governo tem realizado um False-Flag projetado para demonizar e criminalizar seus inimigos políticos estão agora a vista de todos.

Cabe ao povo agir para trazer os verdadeiros criminosos à justiça.

* Fonte:
http://www.infowars.com/government-caught-in-boston-bombing-false-flag-cover-up/

* Tradução: Usuário do Forum Anti-NOM

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA