Trio é preso suspeito de matar mulher em magia negra no RN

G1 - 21/05/2013

Três homens foram presos na tarde desta terça-feira (21) suspeitos de participação na morte de uma mulher durante ritual de magia negra na zona Norte de Natal. A informação foi confirmada pelo titular da Delegacia de Capturas do Rio Grande do Norte(Decap), Ben-Hur Cirino de Medeiros. A vítima, a comerciante Edilma Dantas, 41 anos, estava desaparecida desde o dia 1º de abril.

O corpo de Edilma foi encontrado enterrado em uma casa no loteamento Jardim Progresso. No local, ainda segundo o delegado, funcionava um terreiro onde seriam realizados os rituais. O delegado Ben-Hur Cirino de Medeiros informou que antes de matar a mulher por asfixia, os suspeitos a embriagaram e a amarraram. Depois, ainda derramaram sangue de bode no corpo da vítima. Um dos suspeitos confessou o crime ao ser preso e apontou a participação de mais duas pessoas.

Ben-Hur disse que a vítima teria saído da casa da mãe, no bairro Nordeste, na zona Oeste da cidade, para se encontrar com um conhecido da família e depois não deu mais notícias. Em 3 de abril, o desaparecimento foi comunicado à Delegacia de Capturas, que desde então iniciou as investigações. “O irmão dela comunicou que a vítima foi levada por um conhecido até uma casa que funcionava como terreiro, com o objetivo de fazer um ‘trabalho’ para aproximar uma pessoa dela”, detalha Ben-Hur Cirino.

De acordo com o delegado, ao chegar na casa, os suspeitos deram bebida à vítima e a amarraram em seguida. “Então tiraram a roupa de Edilma, mataram o animal, jogaram o sangue por cima dela e a estrangularam até a morte”, conta o titular da Decap. O corpo foi enterrado no quintal da casa de um dos suspeitos.

Após a informação do desaparecimento, suspeito conhecido de Edilma foi intimado e prestou pelo menos quatro depoimentos na delegacia. “A partir de alguns detalhes descobrimos a participação dele no ritual em que mataram Edilma”, explica o delegado.

Um mandado de prisão temporária foi expedido e o suspeito foi detido. Além de confessar o crime, ele apontou a participação de outros dois homens. “O suspeito nos informou que o ‘bruxo’  queria uma mulher solteira e sem filhos para realizar o ritual. Edilma se encaixava no perfil”, explica Ben-Hur Cirino. O delegado pediu mais dois mandados de prisão temporária e de busca e apreensão.

Os outros dois suspeitos foram presos nesta terça-feira (21) antes de o corpo de Edilma ser encontrado e desenterrado pela polícia.

* Fonte:
http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2013/05/trio-e-preso-suspeito-de-matar-mulher-em-magia-negra-no-rn-diz-policia.html

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA