Homem morre em tiroteio no sudeste de Londres

G1 - 22/05/2013

atentado_londres_2013_05_22_01.jpg

Um homem, possivelmente um militar, morreu nesta quarta-feira (22) e duas pessoas ficaram feridas em um incidente policial no bairro de Woolwich, no sudeste de Londres. O incidente ocorreu próximo a um quartel militar.

Um porta-voz dos serviços de ambulâncias confirmou que há uma morte e que dois feridos foram levados de helicóptero a dois diferentes hospitais.

Os policiais atiraram nos dois suspeitos, que ficaram feridos, após o primeiro homem ter sido morto, segundo Simon Letchford, da Scotland Yard, a polícia londrina.

“A polícia disparou contra dois homens que, acreditamos, por informações prévias, que portavam armas”, disse em entrevista no local.

“Algumas armas estariam sendo utilizadas no ataque, e isso inclui relatos de uma arma de fogo”, afirmou a polícia em comunicado.

A polícia se negou a confirmar se se tratava de um possível ato de terrorismo, como afirmaram as TVs Sky News e BBC.

Testemunhas afirmaram à agência britânica PA que o homem foi decapitado, mas a polícia se negou a confirmar.

Outras testemunhas afirmaram ter ouvido os agressores gritando “Alá Akbar!” (Alá é grande, em árabe).

A segurança foi reforçada na área imediatamente após o incidente. Helicópteros sobrevoavam o local e ruas próximas foram isoladas pela polícia.

Mais cedo, um professor de uma escola local disse à BBC que viu um corpo na rua e depois ouviu barulho de tiros. Fotos divulgadas em sites na Internet mostravam ao menos duas pessoas no chão que pareciam estar feridas, mas não havia mais detalhes de imediato.

“Achamos que o homem era um soldado. Não sabemos as circunstâncias do incidente”, disse o deputado Nick Raynsford, de Woolwich e Greenwich, depois de ter conversado com um policial no local. “A polícia precisou agir para deter esses indivíduos.”

Raynsford também informou que foram encontradas armas de fogo, facas e facões no local do incidente.

Reunião de emergência

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, que está em Paris, convocou uma reunião de emergência do comitê de segurança do governo após o incidente, disse nesta quarta-feira o gabinete do premiê.

O governo britânico convoca reuniões desse grupo, chamado Cobra, apenas para tratar de incidentes que têm implicações na área de segurança nacional.

“O primeiro-ministro diz que a morte em Woolwich é verdadeiramente chocante, e pediu ao secretário do Interior para presidir uma reunião do Cobra”, disse um funcionário do gabinete de Cameron à Reuters.

* Fonte / Vídeo:
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/05/homem-morre-em-tiroteio-no-sudeste-de-londres.html

Dê a sua opinião!

Espaço para comentários referentes ao assunto abordado nesta página.
Os comentários são de responsabilidade do autor e não representam necessariamente a opinião do Tabernaculonet.
Os comentários são lidos antes de serem publicados.

imagem CAPTCHA