Shimaa D Eashoa Msheekha Bar-YHWH (Ehyeh-Asher-Ehyeh, Adonai, Elohim, El, El Shaddai, El Elyon, El Roi, El Olam)
[Em nome de Jesus Cristo Filho de Deus (Eu Sou O Que Sou, Senhor, Deus, O Forte, Deus Todo-Poderoso, Deus Altíssimo, Deus Que Vê, Deus Eterno)]
Lucifer nunca foi líder de nada! Ele nunca foi: "maestro dos anjos", "líder do louvor no céu", "o líder dos anjos, estando logo abaixo de Deus", "anjo governante" ou coisas do tipo. Nenhum termo deste tipo existe na Bíblia!
NÃO DÊ A SATANÁS UMA GLÓRIA QUE ELE NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ! [Discorda? Clique aqui!]
IMPORTANTE: Regras de Uso deste site!

Clique aqui!

Curta nossa página no Facebook!

Acompanhe-nos no Twitter!
O Maior Chamado é conhecer a Deus
Clique aqui para saber da importância de CONHECER A DEUS! Clique aqui para ler as REGRAS DE USO

>> BUDISMO

 

Budismo
>> Adicionado em 2001.

 

Budismo oferece a qualquer indivíduo um modo voluntário de pensamento e conduta, baseado em uma análise da existência, dependente do esforço humano supremo e dirigido no sentido de atingir a liberdade na experiência perfeita. Budismo diz respeito à vida deste mundo e neste mundo, de cada ser e de toda a existência.O princípio budista de tolerância para com todos baseia-se na crença e prática de que todos podem atingir a liberdade na existência perfeita, o Nirvana.

Tri-ratna (Os Três Tesouros) são os três componentes fundamentais do budismo:

1. Buda, o Esclarecido
2. Dharma, os Ensinamentos do Buda
3. Sangha, Comunidade Budista

 

Buda

Buda humano, Siddhartha Gautama, nasceu em Lumbini em aprox. 566 a.C.; atingiu o esclarecimento, bodhi, e tornou-se um Buda que morreu com 80 anos. O termo Buda significa um ser inteiramente esclarecido. Um Buda se distingue dos outros seres por sua profunda e grande devoção, amor, misericórdia e compaixão por todos os seres, notado por sua pureza completa. Para os budistas, na noite em que Siddharta Gautama atingiu a Iluminação, a ele foram reveladas as Quatro Nobres Verdades, e o método definitivo para se atingir o mais elevado estado de consciência cósmica, pelo qual a Iluminação é obtida. O método, que contém o essencial de seu ensinamento, consiste em agir e persistir, vivenciando as oito atividades corretas para se atingir seguramente o Nirvana.

 

Dharma

Dharma indica os Ensinamentos de Buda, são as suas leis. No pensamento budista a vida cotidiana deve ser entendida no físico, com o que se vê, e na mente.

 

Sangha

Sangha é a Comunidade Budista, também conhecida como Ordem Budista, que estuda, experimenta e expôe o Dharma. O objetivo é conservar o Dharma, apresentando-o de modo significativo às novas gerações.

Os quatros princípios de Buda, as quatro verdades:

1. O Primeiro Princípio: A Natureza da Existência, Duhkha-satya:
Diz respeito à natureza da existência, inicialmente percebida e experimentada como Duhkha. É o estado de quase dor física e angústia mental causado pelo sentimento de falta de liberdade. O mundo é o reino do sofrimento e a existência está impregnada de insatisfação e frustração que pode se manifestar na forma de sofrimentos físicos ou mentais. É um estado de existência imperfeito e por isso deve ser transcendido.

2. O Segundo Princípio: A Natureza da Causa, Samudaya-satya:
Diz respeito ao surgimento de Duhkha como condição imperfeita de existência. O desejo é que conduz os seres de renascimento em renascimento, acompanhado da avidez, da sede de existência física ou da inconstância. A continuidade dos desejos gera um impulso que leva o ser a reencarnar-se.

3. O Terceiro Princípio: A Liberdade Final na Existência Perfeita, Nirodha-Satya:
Diz respeito à cessação do Segundo Princípio e portanto, o desaparecimento do Primeiro Princípio, segundo a qual o Nirvana pode ser alcançado. É a "libertação", que possibilita ao homem o poder despedaçar as algemas que o prendem ao círculo do nascimento, mortes e renascimentos sucessivos, origem de todas as misérias desta vida, e inverter o processo, praticando no cotidiano e a cada instante as virtudes mais exemplares ensinadas pelo budismo.

4. O Quarto Princípio: O Caminho do Meio e a Trilha Óctupla, Marga-Satya:
É o meio pelo qual o Primeiro Princípio é percebido e reconhecido, o Segundo Princípio é conhecido e compreendido, e o Terceiro Princípio é efetivado, e com isso o Nirvana é atingido. É o caminho que conduz à destruição da dor. O caminho ou senda para a liberdade possui oito aspectos a serem aplicados:

- Cultivar pensamentos corretos.
- Acalentar aspirações corretas, desejar o bem a todos, lutar por igualdade e justiça social.
- Expressar linguagem correta.
- Manifestar conduta correta.
- Buscar o modo de vida correto.
- Realizar o esforço correto; esforçar-se por eliminar pensamentos e conduta negativos. Esforçar-se por evitar a criação de novos pensamentos e conduta negativos. Esforçar-se por criar e manter pensamentos e conduta positivos.
- Manter a atenção correta. Estar alerta, observar e compreender a si mesmo, manter a mente aberta".
- Praticar a conscientização (meditação).

 

 

>> Fonte: Rosana Salviano, do website Eucreio.com. Informamos que a matéria está divulgada de forma integral e sem alterações ou cortes no texto.

 

CLIQUE AQUI para voltar (esse botão equivale ao VOLTAR/BACK do seu navegador)


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons: Sempre citar a fonte | Proibido uso comercial | Proibido fazer alterações        Envie esta página para alguém!        Clique aqui para abrir a versão para impressão        


Sobre o site  |  Política de Privacidade  |  Regras de Uso   |   Atualizações   |   Blog   |   Contato



Jesus Cristo é Deus, veio em carne, morreu e ressuscitou ao terceiro dia, subindo em Glória ao céu onde está à direita do Pai e teve Seu Nome posto acima de todos os nomes!



COPYRIGHT 2001-2017 Tabernaculonet© - LEGAL TRADEMARKS 2001-2017 Tabernaculonet™
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS ao Ministério Vestes Brancas® - Website oficialmente na Internet desde 25/10/2001.
Para usar o material cite o nome e endereço do Tabernaculonet como fonte e não modifique os textos. A Deus toda Glória!Site Meter